Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

26º domingo do tempo comum – Ano B – Seguir Jesus: Abertura e radicalidade

26º domingo do tempo comum – Ano B – Seguir Jesus: Abertura e radicalidade
25 de setembro de 2021 Comunicação

 

“A comunidade de Marcos nos deixou como herança a memória de Jesus que no caminho e na casa ensina a ser discípula, a ser discípulo, um caminho que se abre e fecha com duas narrações de cura da cegueira. A comunidade compreendeu que o caminho do discipulado é um processo lento que exige radicalidade para se libertar da lógica do poder que rege a sociedade e a religião e imbuia os discípulos, como vimos nos domingos passados.”

 

A reflexão é de Tea Frigerio, mmx, religiosa da Congregação Missionárias de Maria-Xaverianas. Ela possui graduação em Ciências da Religião pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma – PUG e pós-graduação em assessoria bíblica pela Escola Superior de Teologia – EST e pelo Centro de Estudos Bíblicos – CEBI, São Leopoldo/RS. Atualmente atua em assessoria bíblica pelo CEBI e é assessora nacional das Comunidades Eclesiais de Base – CEBs.

 

 

Leituras do Dia

1ª Leitura – Nm 11,25-29
Salmo – Sl 18,8.10.12-13.14 (R.8a 9b)
2ª Leitura – Tg 5,1-6
Evangelho – Mc 9,38-43.45.47-48

 

divisão clássica do Evangelho de Marcos coloca no seu centro o ”segredo messiânico”. Na Galileia os sinais do Reino que Jesus realiza são anuncio e provocação: a Vida tem que estar no centro (Mc 3,3). Ao mesmo tempo o comando de Jesus ao silencio, é um calar e um falar ao mesmo tempo (Mc 1,34; 3,12; 5,42).

 

É no caminho da Galileia para Jerusalém que Jesus rompe o silencio. Nos anúncios da morte na cruz e ressurreição se revela como Messias, Servo Sofredor. No caminho para Jerusalém quebra o silêncio e faz do seu caminho o caminho do discipulado.

 

esquema a seguir nos provoca a contemplar, refletir, nosso caminho como discípulas, como discípulos.

 

 

O caminho inicia em Betsaída, ‘Casa da misericórdia’. Levam a Jesus um cego. Sua cura é um ver progressivo. Quando o cego recupera a vista Jesus o convida a não entrar na cidade, pois lá residem as autoridades políticas e religiosa; se encontra o fermento dos fariseus. O convite de Jesus é uma alerta: o centro do poder cega, precisa tomar distância.

 

O caminho conclui-se em Jericó com a cura de outro cego. Conhecemos o nome, Bartimeo o ‘filho de Timeo’. Ele, com sua insistência e radicalidade: abandona tudo e alcança a cura. Abandona a beira da estrada, suas seguranças, para ver Jesus e segui-lo no caminho para Jerusalém, o caminho da cruz.

 

comunidade de Marcos nos deixou como herança a memória de Jesus que no caminho e na casa ensina a ser discípula, a ser discípulo, um caminho que se abre e fecha com duas narrações de cura da cegueira. A comunidade compreendeu que o caminho do discipulado é um processo lento que exige radicalidade para se libertar da lógica do poder que rege a sociedade e a religião e imbuia os discípulos, como vimos nos domingos passados.

 

primeiro anuncio tem como abertura a pergunta de Jesus: “O que dizem de mim? … E para vocês quem eu sou? ” (Mc 8,27-29). Jesus pede uma adesão pessoal, pede coragem em declarar em alta voz o que acredita: declarar é aderir, é orientar a própria vida, as escolhas, o estilo de vida, é pisar nas pegadas de quem caminha a nossa frente.

 

terceiro anuncio é provocado pelo pedido de Tiago e João: “Nos dá na tua glória de sentar a tua direita e a tua esquerda” (Mc 10,37). Percebemos que ainda não compreenderam … ainda são cegos!

 

O debate sobre quem é o maior provoca o segundo anuncio da cruz e ressurreição acompanhado de acontecimentos que se tornam para Jesus motivo de ensino e transformação.

 

caminho para Jerusalém é em subidapede de deixar para trás uma lógica para se abrir a outra, lógica outra mentalidade: compreender é aderir. Quem se apresta a subir a montanha sabe que, se quiser chegar ao topo, precisa se desfazer da bagagem pesada que torna o caminhar lento, pesado, deixa sem respiro … Subindo, Jesus penetra no profundo das pessoas e ao mesmo tempo não obriga “se alguém quer me seguir …” (Mc 8,34). É um convite, é uma opção livre. É na subida, nos acontecimentos que se entrevê o caminho do discipulado. E Jesus provoca, pergunta, convida a discernir, a escolher em liberdade as mudanças que precisa operar. Se quiser …

 

E, mais uma vez os discípulos, na pessoa de João dão topada feia: “Mestre, vimos um homem que expulsa demônios em teu nome. Mas nós lhe proibimos, porque ele não nos segue.”  Ecoa na lamentação de João a mesma lamentação que saiu da boca de Josué: “ Moisés, meu senhor, proíba-os de fazer isso”. A resposta de Moisés: “Você está com ciúme por mim? Oxalá todo o povo de Javé fosse profeta e recebesse o espírito de Javé! ”, é como uma deixa para resposta de Jesus: “Não lhe proíbam, pois ninguém faz um milagre em meu nome e depois pode falar mal de mim. Quem não está contra nós, está a nosso favor.”

 

Moisés fala de ciúme. O mesmo sentimento que parece albergar o coração de João representante dos discípulos. Sentimento e atitude que alberga em nós, em muitas das nossas comunidades e paroquias. A ‘minha’ pastoral, paroquia, diocese, igreja … O olhar desconfiado … O preconceito a respeito de outras expressões religiosas … As iniciativas e convites que outros grupos nos fazem … A diversidade que nos assusta … incomoda … O medo de perder o protagonismo, a caridade que é apropriada e se torna propriedade privada …

 

Moisés exclamou: “Oxalá todo o povo de Javé fosse profeta e recebesse o espírito de Javé! …” Jesus proclamou: “Quem não está contra nós, está a nosso favor. ”
O Espírito de Javé, Divina Ruah, é vento livre, forte e generoso, rompe barreiras, inova e renova, cria e recria, inventa e reinventa, conectando e interligando, espalha seu sopro vital curando, libertando, convidando à solidariedade, á compaixão, à ternura, fazendo dos diversos e diversas um povo novo.

 

Caminho em subidaprocesso que exige radicalidade: cortar a mão, cortar o pé, arrancar o olho, colocar uma pedra no pescoço e se jogar no mar para não ser de escândalo. Não ser de escândalo a estes pequeninos.

 

Escândalo da pedra no calçado, que atropela o caminhar, que fere até que não é mais possível caminhar. A atitude de Pedro que ao ouvir que Jesus é Servo Sofredor, sua morte na cruz se coloca a sua frente e quer barrar o caminho: se torna o Tentador!

 

Não ser de escândalo aos pequeninos… E , mais uma vez, a carta de Tiago (Tg 5,1-6) nos vem em socorro e nos ajuda a compreender as exigências do caminho do discipulado. A mão a ser cortada é que reteve o salário dos trabalhadores. É o pé que pisou com arrogância no campo do agricultor; que ferio e sangrou a Mãe terra. O olho que cobiçou e que moveu os pés, as mãos, o coração. Melhor cortar …. Vocês condenaram e mataram o justo, e ele não conseguiu defender-se.

 

Jesus não está falando para os de fora, está se dirigindo aos discípulosTiago não está falando a povo da cidade, está falando para comunidade.

 

É palavra que chega até nós, as nossas comunidades e nos interroga: estamos escandalizando os pequeninos, apoiando o agronegócio, a destruição da Amazônia, ameaçando as terras indígenas e quilombolas, arrochando o salário, os alugueis, a cesta básica … de que lado estamos? Com quem nos articulamos? Reconhecemos os aliados? Nos consideramos os ‘puros’, ‘eleitos’, fechados em nossos grupos ‘espirituais’ … o acolhemos o chamado da vida que nos convida a conectar, articular, estar interligado viver o canto ‘ninguém solta a mão de ninguém’.

 

Eu garanto a vocês: quem der para vocês um copo de água porque vocês são de Cristo, não ficará sem receber sua recompensa. Ser reconhecidos como ‘ser de Cristo’.

 

Fonte : Portal do Instituto Humanitas-Unisinos /Adital

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi