Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Páscoa: Apostar na Vida!

Páscoa: Apostar na Vida!
Páscoa: Apostar na Vida!
4 de abril de 2015 Centro de Estudos Bíblicos
"Desejei muito comer esta páscoa com vocês" (Lucas 22,15).

Celebrar a Páscoa é celebrar a vitória, a alegria e a certeza da VIDA.

E o que é que o que é a Vida? Canta nosso querido e saudoso Gonzaguinha: “Ela é a batida de um coração? Ela é uma doce ilusão? Mas e a vida? Ela é maravilha ou é sofrimento? Ela é alegria ou lamento?”.

É a VIDA com as suas feridas, com os seus lamentos, com seus sinais de morte:

•    As tantas violências contra a pessoa humana e contra a natureza;

•    As tantas formas de corrupção causada por um sistema explorador e lucrativo, onde a pessoa humana e a natureza não tem valor;

•    As tantas formas da miséria, aumentando a fila dos empobrecidos na luta pela sobrevivência.

Nós, que estamos a serviço da Palavra, até podemos sentir-nos incrédulos diante da vitória da Vida sobre a morte, diante a Ressurreição, como Tomé (João 20,26-29).

Como crer na Ressurreição diante de tudo isto?

Como crer na Ressurreição se o que parece visível, palpável nos assusta?

•    As mudanças que acontecem no mundo com seus fundamentalismos;

•    As mudanças no nosso país com os fisiologismos partidários ou não.

Mas, como servidores e servidoras da Palavra que liberta, não podemos fugir. Podemos até sentir medo perante os sofrimentos, diante dos tantos desafios que nos cercam e até duvidar que a Ressurreição seja possível.

Como Tomé, que ao encontrar o Ressuscitado viu que suas chagas não tinham sido apagadas e nem esquecidas, escutamos o mesmo chamado para crer na força da Ressurreição.

“Aquele que tomou sobre si as nossas dores transpôs também, na obediência, as portas da morte, e doravante está aqui conosco. Mostrou-nos assim que o amor tudo suporta; que nem as águas caudalosas conseguirão apagar o fogo do amor, nem as torrentes o podem submergir, porque forte como a morte é o amor – e até mais forte do que ela, pois o Ressuscitado venceu a morte. Ó morte, onde está tua vitória?”

Qual a força deste acontecimento? É o Amor. A única força que sobrevive à própria morte e que, com as mãos transpassadas, arromba as suas portas.

A ressurreição de Jesus é, pois, um convite e um desafio: não devemos e não podemos ter medo perante o sofrimento, mesmo se agora não consigamos extingui-lo; não devemos ter medo diante dos desafios que o novo dia nos aguarda.

Nesta Páscoa, Jesus, o Cristo Ressuscitado, nos diz: “Não tenham medo de acreditar no amor, mesmo onde, pensemos que ele está perdendo! Tenham a coragem de apostar na loucura da cruz contra a sabedoria deste mundo!”.

Tenhamos coragem de apostar que um novo mundo é possível. Tenhamos coragem de apostar na aventura do amor que é presente em cada irmã, em cada irmão. Tenhamos coragem de apostar na esperança. Pois, como nos diz Helder Câmara, “esperança sem risco não é esperança. Esperança é crer na aventura do amor”.

Boa Páscoa, queridas irmãs!

Boa Páscoa, queridos irmãos!

 
                                                                                   Martha Bispo, Diretora Nacional do CEBI