Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

O pedido de Tiago e João: Nada disso entre nós

O pedido de Tiago e João: Nada disso entre nós
15 de outubro de 2018 CEBI Secretaria de Publicações
Leia a reflexão sobre Marcos 10,35-45, o texto pertence a José Antonio Pagola.
Boa leitura!

A caminho de Jerusalém, Jesus adverte os seus discípulos do destino doloroso que o espera e aos que sigam os seus passos. A inconsciência dos que o acompanham é incrível. Todavia, hoje continua a repetir-se.

Tiago e João, os filhos de Zebedeu, afastam-se do grupo e aproximam-se sozinhos de Jesus. Não necessitam dos outros. Querem ficar com os lugares mais privilegiados e ser os primeiros no projeto de Jesus, tal como eles o imaginam. A sua petição não é uma súplica, mas uma ridícula ambição: “Queremos que faças o que te vamos a pedir”. Querem que Jesus os coloque acima dos outros.

Jesus parece surpreendido. “Não sabeis o que pedis”. Não entenderam nada. Com grande paciência, convida-os para que se perguntem se são capazes de partilhar do seu destino doloroso. Quando se apercebem do que se passa, os outros dez discípulos enchem-se de indignação contra Tiago e João. Também eles têm as mesmas aspirações.

A ambição divide-os e confrontam-se. A procura de honras e protagonismos rompe sempre a comunhão da comunidade cristã. Também hoje. Que pode ser mais contrário a Jesus e ao seu projeto de servir a libertação das pessoas?

O fato é tão grave que Jesus “reúne-os” para deixar claro qual é a atitude que deve caracterizar sempre os seus seguidores. Conhecem bem como atuam os romanos, “chefes dos povos” e “grandes” da terra: tiranizam as pessoas, submetem-nas e fazem sentir a todos o peso do seu poder. Pois bem, “vós não fareis nada disso”.

Entre os seus seguidores, tudo tem de ser diferente: “Quem quiser ser grande, seja servidor; e quem quiser ser o primeiro, seja escravo de todos”. A grandeza não se mede pelo poder que se tem, o cargo que se ocupa ou os títulos que se ostenta. Quem ambiciona estas coisas, na Igreja de Jesus, não se faz maior mas mais insignificante e ridículo. Na realidade, é um estorvo para quem quer promover o estilo de vida pretendido pelo Crucificado. Falta-lhe um traço básico para ser seguidor de Jesus.

Na Igreja, todos temos de ser servidores. Temos de nos colocar na comunidade cristã, não desde cima, desde a superioridade, o poder ou o protagonismo interesseiro. Porém, desde baixo, desde a disponibilidade, o serviço e a ajuda aos outros. O nosso exemplo é Jesus. Não viveu nunca “para ser servido, mas para servir”. Este é o melhor e mais admirável resumo do que ele foi: servir.

Texto de José Antonio Pagola.

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya

slot online judi bola terpercaya slot online terpercaya judi bola prediksi parlay hari ini