Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

MAB convoca organizações a participarem de jornada de lutas no Dia Internacional contra barragens

MAB convoca organizações a participarem de jornada de lutas no Dia Internacional contra barragens
MAB convoca organizações a participarem de jornada de lutas no Dia Internacional contra barragens
12 de março de 2013 Centro de Estudos Bíblicos

No dia 14 de março, é celebrado o Dia Internacional de lutas contra as barragens, pelos rios, pela água e pela vida. Em virtude da data, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) convoca organizações sociais, ativistas, pastorais e demais entidades do Brasil e América Latina a se somarem às jornadas de luta e fortalecerem o apelo pela defesa dos rios, da água e da vida, animados pelo lema "Água e energia não são mercadorias”!

De acordo com o MAB, as mobilizações deste dia têm o objetivo de dar visibilidade ao problema enfrentado por famílias que foram atingidas por barragens e "fortalecer a luta por um outro modelo energético”, e ainda pedir que o governo crie a Política Nacional de Direitos dos Atingidos por Barragens.

Reforçando a necessidade de dar continuidade às lutas, que "deverão ir para além desta data”, o movimento aproveita a ocasião para chamar a atenção para os preparativos do "Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragens”, que deve ser realizado de 3 a 7 de junho, em São Paulo, e que terá como pauta a discussão, junto com a população, sobre a necessidade de construir o projeto energético popular, "cujo principal beneficiário deve ser a classe trabalhadora”.

"Nossas lutas devem ser permanentes, contra as empresas transnacionais privatistas e rentistas, contra os altos preços das tarifas de energia, em defesa da água e da energia, com distribuição da riqueza e controle popular”, enfatiza a convocatória.

Diante do cenário de crise econômica, onde, segundo o Mab, as empresas buscam compensar as perdas lucrando através da apropriação do valor produzido pelos trabalhadores, o movimento ressalta a necessidade de haver unidade na luta entre os povos e de as organizações se comprometerem juntas a lutar contra as transnacionais, "pelos direitos dos trabalhadores, na defesa dos rios, da água e da vida”.

"Essa luta não é apenas da população atingida pelos lagos, pois todo o povo é atingido pelas altas tarifas da energia, pela privatização da água e da energia, pelo dinheiro público investido em obras privadas”, provoca o MAB.

O Dia Internacional de lutas contra as barragens foi instituído em 1997, quando populações afetadas pelas construções de barragens realizaram no Brasil o 1º Encontro Internacional dos Atingidos por Barragens. A luta contra o modelo energético foi adotada também por outros países instituindo a celebração da data internacional.

Para acompanhar as ações do MAB, acesse: http://www.mabnacional.org.br/