Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Líderes religiosos conclamam 14 de maio como dia internacional de oração em resposta à COVID-19

Líderes religiosos conclamam 14 de maio como dia internacional de oração em resposta à COVID-19
13 de maio de 2020 Comunicação

O Comitê Superior da Fraternidade Humana (Higher Committee of Human Fraternity, HCHF) convocou fiéis e líderes religiosos do mundo inteiro para um dia de jejum, orações e súplicas em prol do bem de toda a humanidade na quinta-feira, 14 de maio, e pelo fim da pandemia do novo coronavírus, responsável pela COVID-19.

O apelo é parte do esforço do Comitê (HCHF) para atingir os objetivos do Documento pela Fraternidade Humana. O convite conclama que pessoas do mundo inteiro deixem as diferenças de lado e se unam na responsabilidade de combater o coronavírus, o primeiro e real inimigo da humanidade desta geração.

O Comitê (HCHF) deseja unir a humanidade em orações na quinta-feira, 14 de maio, no que será a maior reunião de pessoas com um único objetivo em mente. O evento terá uma cobertura de imprensa sem precedentes através das contas das redes sociais do Comitê. As pessoas poderão interagir umas com as outras e compartilhar vídeos, fotos e publicações usando a #OrePelaHumanidade (#PrayForHumanity).

O Comitê (HCHF) é um organismo independente de líderes religiosos, autoridades acadêmicas e personalidades culturais do mundo, que se dedica a alcançar os nobres objetivos consolidados no Documento da Fraternidade Humana assinado pelo Papa Francisco e o Xeque Ahmed el-Tayeb, Grande Imame de Al-Azhar, durante a Jornada Apostólica do Papa aos Emirados Árabes Unidos, em fevereiro de 2019, sob o patrocínio de Sua Alteza, o Xeque Mohammed Bin Zayed Al Nahyan, Príncipe Herdeiro de Abu Dhabi e Comandante Supremo Adjunto das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

O texto no idioma original dessa matéria é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Veja matéria na íntegra aqui