Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Somos Terra, Sementes e Rebeldia:I Oficina de Leitura Popular da Bíblia do CEBI/MG.

Somos Terra, Sementes e Rebeldia:I Oficina de Leitura Popular da Bíblia do CEBI/MG.
25 de novembro de 2021 Comunicação

SOMOS TERRA, SEMENTES E REBELDIA: I OFICINA DE LPB DO CEBI-MG.

O mineiro de Cordisburgo, Rosa das Veredas dos grandes sertões, dizia que por cativa do seu destinozinho de chão é que a árvore abre tantos braços. Porque nossa vida é pouca , a luta é tanta e nossa tradição de rebelião e levante vem de longe é que escancaramos nosso peito para, em ritmos de sístole e diástole, concentrar e espalhar sangue e sonho: de Povo, de América Latina, de leitura Popular da Bíblia, de Leitura Permanente da Vida: I Oficina do CEBI-MG.

O canto só tem sentido se palpita nas veias. Para tanto, todos nós, facilitadores, oficineiros/as, num verdadeiro mutirão de Fé e Vida, tecemos, tramamos, conspiramos místico-política, espiritualidade-militância, Evangelho e Revolução, combate e profecia. Reafirmamos que uma leitura (da Bíblia, do mundo, de tudo) é tanto mais compreendida quanto mais inserida num contexto (de quem escreveu e de quem lê). Neste sentido, reabitando nossas raízes camponesas e indígenas, decidimos construir este caminho comum – calle 13, caminho 13, dos 13os, ninguéns, esquecidos, das Dinás e Madalenas apagadas/silenciadas – sentindo e pensando com os pés e mãos.

A partir de baixo, com os de baixo, nossa opção foi a de coletivizar nossas vozes, práxis, pelejas, experiências, vivências… Foram 30 sessões síncronas de exercício soberano de (contra)leitura de narrativas e fatos que sacramentam abusos, injustiças e atropelos. Encontros semanais que nos reeducaram para a reflexão dialógica, a sensibilidade, para a beleza.

Do ventre da terra, dos nossos territórios, colados às lutas populares, celebramos o Divino dos mistérios da Vida, nossas lendas e mitos, nossos recordos, a sabedoria ancestral acendida na noite escura de austericídio liberal e morte dos pobres pela lógica burguesa-capitalista de poder, lucro e violência. Luminosidade que radia e nos incita a marchar por outro Poder, o Popular: nada é impossível de mudar… credo de Esperança encarnado no compromisso radical de transformação.

Somos sementes: crescimento que levanta e faz crescer toda uma estrutura, que expande e gera conexões profundas – mesmo que virtuais – entre mundos: de la Tierra del Fuego à Ilha do Marajó, acostando as águas claras do Mediterrâneo. É força de alegria, mas também de tristeza, de amor, desamor: rimos, desobedecemos aos nossos ais, partilhamos nossas penas.

Em rebelde fidelidade, reunimos sujeitos, temas, movimentos comunitários, a realidade que toca a vida concreta e real das maiorias exploradas e oprimidas, dos trabalhadores/as, da mulherada, dos pretos, dos Povos tradicionais, recuperando e potenciando nossa capacidade de insurgência, transgressão, mobilização e organização contra a hegemonia cristofascista que nos quer calados, moderados e mortos.

Só a resistência garante a História: seguiremos conjugando sentimentos, Utopia e razão crítica, empunhando alto a memória dos vencidos, colocando nossos corpos, emprestando nossos punhos e ombros para derrubar todas as cátedras, altares, muros e cercas que nos roubam a Palavra. Só assim, edificaremos nos escombros, a alternativa do futuro que vence os de terno, estola e de coturno, que supera o inferno e assalta o céu para – aqui e agora – revolucionar e libertar. E ser revolucionário/a é ser humano.

Pelo CEBI/MG:  Denis Wilson

ASSESSORIA: Maria Soave, Nancy Cardoso, Anna Maria e Sandro Gallazzi, José Luiz Gonzaga, Ieda Santos, Julieta Amaral, Maricel Mena-López, Gilvander Luís.

Para visualizar a partilha/memória, luz e força do significado do que foi esta caminhada da LPB, é só  clicar  no  Link abaixo:

https://padlet.com/00350220/oficinalpb/

OFICINEIR@S:

    

EQUIPE DE COMUNICAÇÃO DO CEBI/MG.

Fonte: site do CEBI Minas Gerais