Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

CEBI/SC Escola Bíblica em Chapecó

CEBI/SC Escola Bíblica em Chapecó
26 de julho de 2016 Centro de Estudos Bíblicos
CEBI/SC  Escola Bíblica em Chapecó

Evangelho de João e Escritos Joaninos – Pe. Ademir Rubini

Assim como o nome “João” é tão popular nos dias de hoje, assim o Evangelho atribuído a ele também é popular. Popular no sentido de ser “do povo”. É um escrito que revela a humanidade das pessoas seguidoras de Jesus e que deixaram seu testemunho no Evangelho.

Na visão da comunidade joanina, “Jesus era tão humano, que só poderia ser divino”. Nesse sentido, podemos perceber, por diversas vezes, que a humanidade de Jesus prevalece. Bem como o papel da mulher na propagação do Evangelho é muito bem fundamentada. A casa era o lugar de maior influência da mulher.

Infelizmente, porém, quanto mais a religiosidade foi sendo transferida da casa para os templos, a mulher foi perdendo seu papel de protagonismo. Mas, apesar disso, muitas mulheres foram citadas neste Evangelho, como, por exemplo, Maria Madalena e as irmãs Maria e Marta. E das mulheres que não cita o nome, como a mãe de Jesus e a samaritana, será que não é para nós nos colocarmos ali, no lugar delas?

Quem não sabe algum texto de João na ponta da língua? “… Eu vim para que tenham vida, e vida em abundância” (Jo 10.10b); “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito…” (Jo 3.16); “… Por que a água que eu lhe der se tornará nela uma fonte de água que dará a vida eterna.” (Jo 4.14b); “Eu sou o pão da vida…” (Jo 6.35); “… Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher” (Jo 8.7b).

Quando fui confirmada, escolhi como lema da minha confirmação (e para minha vida – caminhada de fé) João 14.6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode chegar até o Pai a não ser por mim”. Foi uma alegria poder refletir um pouco mais sobre este texto e agora poder ter um novo olhar, para assim compreender o que a comunidade joanina quer relatar a partir da sua ótica.

Esse texto é um dos “Eu sou…” contidos apenas no Evangelho atribuído a João. Para nós, que somos pessoas cristãs, Ele é o caminho! Simples assim! Não precisamos de outros mediadores, apenas de Cristo! Ele é verdade plena. Ele é vida; a vida que tanto falta nos dias de hoje, tantas vidas que apenas “sobrevivem”.

Onde está a vida que pulsa? Onde encontrá-la? No CEBI temos a oportunidade de refletir onde encontrar a vida. No Evangelho da comunidade joanina, percebemos essa vida que pulsa ainda hoje. Vida que pulsou nos tempos de Jesus, para as testemunhas oculares, e nos convida a viver essa vida, segundo a vontade de Deus, a verdadeira vida.