Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Sou mensageiro da Esperança e fazedor do Esperançar

Sou mensageiro da Esperança e fazedor do Esperançar
6 de fevereiro de 2021 Comunicação

Por: Cláudio Márcio R. da Silva*

 

O sol briga com as nuvens e hoje irá vencer

Brilhará com a força da recriação como mãe na hora do parto

Dor e beleza dão as mãos como poesia periférica

Do possível caos a nova ordem fé, festa e luta

Sou mensageiro da esperança e fazedor do esperançar

Toda nebulosidade é dissipada com luz de dentro e de fora

O mutirão da humanização é por garantia de direitos sociais

No beijo da paz e da justiça o pão e o livro se tornam um

Já pegou sua marreta? Derrubamos muros e construímos pontes

Já se sentou na mesa da fraternidade? Ninguém pode ficar de fora

Já afirmou seu lugar identitário? Não negue o do outro

Já falou o suficiente? Agora é hora de ouvir

Vamos precisar de muitas mãos com seus saberes e fazeres

Vamos precisar de muitas cores, muitos cheiros e sabores

Vamos precisar de muitos sons que produzam beleza como os pássaros matinais

Vamos precisar de todos e todas que ainda acreditam no amor

 

* Reverendo da IPU de Muritiba (cidade serrana do recôncavo baiano).

 

Publicado no blog Teologando na Serra