Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Lá vem ele.

Lá vem ele.
5 de abril de 2020 Comunicação

O nazareno de Seu Zé da carpintaria e Dona Maria. Isso mesmo, aquele que trouxe Lázaro a vida novamente por esses dias.
Como que pode, hein? Fazer uma coisa dessas? Só se foi Deus que mandou um profeta desse para nos libertar.
É isso! Bendito seja o enviado de Deus!

Messias, vinde a Jerusalém!
Vinde mostrar que o Deus que ouviu o choro no Egito e desceu para libertar os hebreus, desceu para libertar esse mundo e fazer as pazes com todo os confins da criação!

Sobre um jumentinho, segue Jesus.
Rejeitado pelos poderosos e perseguido pelos religiosos, encontra na multidão dos “sem-nomes”, as boas-vindas. É o Rei esperado pelo povo. Assim como Davi, não vem de uma família famosa e não é a opção dos líderes religiosos para liderar o povo, mesmo assim reinará.

O jumentinho e a multidão com os ramos nas mãos saudando o pobre de Nazaré mostram que os louros que César usa, nada são mais. Existe um novo caminho, existe um verdadeiro Senhor do povo, existe vida digna para cada pessoa. E ainda que todas as lanças, espadas e todos os soldados romanos se levantem, nada podem fazer. O amor venceu.

Mas é preciso cuidado. Existem muitos messias. Uns messias pedem jejum e orações nas praças, mas são enganosos. O verdadeiro Messias pede a nossa vida para que ela seja ofertada ao próximo. O jejum que ele aceita é reconhecer que o pão é nosso. Saber que se falta o pão na mesa do próximo e sobra na minha mesa, preciso partilhar. É fazer justiça sem acepção de pessoas e amar sem fingimento as pessoas.
Muitos que esperam um messias religioso, podem se aproximar de Jesus, mas ao verem o que ele requer amor a Deus constatado no amor ao próximo, desistem. Preferem outro messias que prometa poder, controle e vitórias.

Jesus, tu és o nosso Mestre e é teu Reino que queremos viver no agora e no “ainda não”.

Hosana!

Mestre, não pudemos ir às ruas após ti, mas dize uma única palavra e seremos salvos.
De Ramos e palmas nas mãos te esperamos nas nossas casas, vem!
Hosana! És tu que esperamos.
Hosana! És tu o profeta de um novo caminho.
Hosana! És tu o enviado por Deus.
Hosana! És tu nosso Rei libertador.

 

“Bom Domingo de Ramos!

Feliz Semana Santa!
Que como esse período, sabemos que o pior ainda está por vir, mas também sabemos que o final será de Viva Esperança!!!

Nilton de Sousa Júnior

Igreja Batista Coqueiral