Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Palavras de Pedro – Você vale seu voto

Palavras de Pedro – Você vale seu voto
15 de novembro de 2020 Comunicação

 

A caminhada eleitoral está nas ruas, nas estradas, no sertão. Auto falantes, comícios, nomes pintados nos muros, alguns cartazes – menos, neste ano, porque o papel e a impressão estão caros demais -, as palmadinhas nos ombros, as visitas casa por casa, as promessas… Tudo ESPERANDO SEU VOTO!
E o mais sério do caso é que você vale seu voto”.

No voto você joga sua consciência, sua responsabilidade, seu compromisso politico, como cidadão. No voto você joga sua fé, como cristão que participa na caminhada do Povo, construindo o Reino de Deus.
Voto não é brincadeira. Nem mercadoria. Nem um jeitinho para agradar compadre ou para agradecer favores ou para ganhar um cargo ou para tratar doente ou para comprar uma bicicleta…

Também não está certo votar em alguém só “porque minha família vota nele”. O voto é pessoal. É você quem vota.

Vamos fazer, entre todos, com que as eleições deixem de ser uma espécie de carnaval. Antes de dar o voto, precisa pensar com muita responsabilidade.
Candidato bom não traz estrela na frente, é verdade. E menos ainda no bolso. Mas, como diz Jesus, a árvore se conhece pelos seus frutos. O bom candidato se conhece pelas suas obras, pela sua vida. Pode ser bom candidato:
– aquele que sempre esteve do lado do Povo.
– aquele que não é corrupto, nem enricou roubando, nem abusou de empregados.
– aquele que sabe respeitar a própria família.
– aquele que não é beberão ou imoral ou xingador ou violento ou orgulhoso.
– aquele que sempre deu valor a educação, à saúde, à fé e à cultura do Povo.
– aquele que é a favor da Reforma Agrária, do Sindicato autêntico e da participação popular.
– aquele que respeita o índio, o negro, a mulher, o peão, o pobre.
– aquele que será capaz de fazer as novas leis municipais, dentro da nova Constituição.
Também ajuda, para conhecer o candidato, prestar atenção aos companheiros que andam com ele:
– candidato mal acompanhado, mal candidato é.
– candidato que faz alianças e conchavos com pessoas corruptas ou exploradoras ou irresponsáveis, mal candidato é.
– candidato da UDR, mal candidato é.
Ainda pode ajudar, para conhecer o candidato, ver e ouvir como ele se comporta nos comícios:
– se gasta demais nos comícios, não presta.
– se xinga ou insulta os outros candidatos, não presta.
– se promete mais da conta, não presta.

Também é importante olhar os partidos a que os candidatos pertencem. Pode ter vários partidos bons, sem dúvida. Mas há partidos maus mesmo. Pelas ideias, pelos interesses, pelo seu passado, pelos grupos desses partidos, dá para conhecer o partido:
– partido que apoiou a Ditadura, não é bom partido.
– partido que é contra a Reforma agrária, não é bom partido.
– partido que é formado principalmente por grandes e poderosos, não é bom partido.
– partido que traiu seus compromissos públicos, não é bom partido.
Votar em mau candidato é participar da maldade dele. É sujar o voto. E não esqueça: você vale seu voto!

Dize-me em quem votas e te direi quem és.
A Política nos atinge a todos. Todos devemos participar na boa politica. E ninguém pode deixar de participar. Politica é assunto de consciência e é também assunto da verdadeira fé. O Espirito Santo ajuda a dividir os bons, dos maus candidatos. A luz d’Ele e a união do Povo podem mudar – começando pelos municipais, pelos estados e chegando ao governo federal – essa politica triste que ainda está suportando o nosso Brasil.

Neste compromisso e nessa esperança, abraça a todos o companheiro bispo
Pedro.
Jornal Alvorada, Set/Out. 1988
Foto: Luis Miguel Modino
#PedroCasaldáligaPresente!