Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Somos sonhadores, por isso somos invencíveis

Somos sonhadores, por isso somos invencíveis
29 de outubro de 2018 Centro de Estudos Bíblicos

texto do Monge Marcelo de Barros*

Queridos irmãos e irmãs,
membros dos nossos grupos de fé e de esperança,

Sei que estamos todos nós aturdidos e ainda atordoados com a notícia que já se anunciava mas que, de todos os modos, tentamos acreditar que ainda pudesse ser evitada. Ainda dessa vez, não deu. Perdemos.

Foi bonita a mística criada nesses últimos dias da campanha eleitoral. Foi maravilhoso ver a garra e a generosidade de tantos/as militantes que foram às ruas e deram a vida dia e noite nessa luta. E devemos valorizar o fato de, em tão pouco tempo, e com o ambiente tão hostil, nadando contra a corrente e superando mil dificuldades por dia, as forças democráticas representadas pelo Haddad tenham conseguido tanto. Mas, o fato é que perdemos.

O fato de que a maioria do povo brasileiro referendou um projeto autoritário e de extrema-direita não pode ser considerado menos importante para todos nós e para os movimentos sociais. Não adianta dizer que isso tem menos importância. Seria repetirmos a fábula da raposa e da uva. Sem dúvida, temos de refletir sobre o que está acontecendo e o que esse novo contexto que se abre para o Brasil (ou se fecha) pede de nós.

Perdoem um pobre monge que busca sempre uma palavra da Bíblia para o momento que vivemos. Nessa noite escura, me veio à memória a palavra do apóstolo Paulo: “Irmãos e irmãs, carregai os fardos uns dos outros e assim cumprireis a lei do Cristo. (…) Quanto a mim, que eu me glorie somente na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. Por ele, o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo” (Gal 6, 2 e 14).

Nesses domingos, tenho sempre meditado nos evangelhos como Jesus propunha um caminho (o da cruz) e os discípulos não compreendiam e insistiam em um projeto de poder sobre a sociedade. E Jesus advertia de que o projeto vigente no sistema do mundo dominante não consegue superar a regra do domínio. “Entre vocês, não deve ser assim”.

Antigamente, eu pensava (de forma meio alienada) que isso significava que o projeto da cruz seria um projeto anarquista ou à parte do mundo. Ou serviria para grupos de Igreja, mas nunca como modelo para o mundo. Mas, era isso que Jesus justamente queria. No final da mesma carta aos gálatas, Paulo chega a dizer que o importante é ser e viver uma nova criação (6, 16). Hoje, a gente diria uma sociedade do bem-viver e a partir de uma sustentabilidade eco-social nova e transformadora.

No Brasil desses dias, nós tentamos de todos os modos trabalhar e lutar contra o poder político-sagrado da direita que dizia “por Deus” para um projeto de governo que era o que Satanás queria propor a Jesus no deserto. Esse projeto se impôs ao nosso povo pela propaganda enganosa e pela guerra de quarta geração. Resta-nos agora voltar às bases e preparar as células de resistência (os cenáculos de resistência) na linha das minorias abraâmicas e da reorganização da esperança.

Nessa perspectiva, a cruz da qual Paulo fala nesse texto da carta aos gálatas é o projeto de transformação do mundo pelo inverso do poder. Deve ter incidência social e política, mas na linha de oposição profética ao mundo e de ir como fermento na massa subvertendo as lógicas do sistema e reinventando uma política e uma outra forma de viver o poder. Vamos aprofundar essa espiritualidade político-libertadora e recomeçar nossa luta.

Só é bom lembrar que São Francisco de Assis nos recomendava que esse caminho da nossa configuração com a cruz de Jesus não pode ser vivida apenas na sensação de impotência e de fracasso político. Não pode nos derrubar da militância ativa que nessas últimas semanas foi tão bonita e fecunda. Ela tem de ser vivida no que Francisco chamava de “perfeita alegria” que está no esquecimento de nós mesmos e nossos projetos pessoais na comunhão do Cristo crucificado. Eu penso que essa palavra de São Francisco pode nos fortalecer nesse momento – Lembram da palavra dos índios de Chiapas:

“Somos sonhadores. Por isso somos invencíveis”.

Penso que é isso.

Vamos nos fortalecer no amor uns aos outros. Vamos celebrar a ceia de Jesus como ágape que sinalize a subversão de outro mundo possível e vamos testemunhar que “prova de amor maior não há do que dar a vida pelo irmão”, pela irmã…

Partilhado pelo autor.

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya

slot online judi bola terpercaya slot online terpercaya