Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Pastorais do Campo do Nordeste realizam Encontro para articular comunidades tradicionais

Pastorais do Campo do Nordeste realizam Encontro para articular comunidades tradicionais
Pastorais do Campo do Nordeste realizam Encontro para articular comunidades tradicionais
25 de maio de 2015 Centro de Estudos Bíblicos
Nos próximos dias 25 e 26 de maio, em Olinda, Estado de Pernambuco, será realizado o Encontro das Pastorais do Campo do Nordeste. O Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), a Pastoral da Juventude Rural (PJR), a Cáritas e o Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM) reunirão seus regionais dos estados do Nordeste com o propósito de fortalecer as articulações locais e regionais no que diz respeito à ação missionária das Pastorais do Campo na atual difícil conjuntura, bem como refletir como apoiar as lutas das comunidades e dos povos tradicionais.

A decisão de um encontro regionalizado ocorreu durante o Encontro Nacional das Pastorais do Campo, realizado entre os dias 06 e 08 de março, em Brasília. Lá, refletiu-se sobre a necessidade de fortalecer a articulação das pastorais em nível regional e local. Isto fará com que a Articulação Nacional também ganhe força diante das constantes ameaças aos territórios tradicionais e das violações de direitos por parte das empresas do agro e hidronegócio e dos grandes empreendimentos. "Além das inseguranças sobre a atuação do próprio Estado em seus diferentes níveis – Legislativo, Executivo e Judiciário – subsidiado pelas forças policiais e militares, que atacam as populações do campo em nome de um desenvolvimento neoliberal que ignora a diversidade brasileira”, denunciam as entidades em nota.

"Queremos animar e reforçar a nossa articulação enquanto pastorais do Campo nos regionais e estados do Nordeste. Tem um significado muito importante reafirmar nossa missão junto aos povos da terra e das águas, e nos solidarizarmos para apoiar suas lutas, nos fortalecermos numa conjuntura tão adversa, animados pelo estímulo do Papa Francisco, que nos dá força para buscar uma sociedade justa, igualitária e que cuide da criação, garantindo o direito das presentes e futuras gerações”, comenta a secretária executiva do CPP, Maria José Pacheco.