Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Nossa Comunhão é com Jesus Cristo e com as Irmãs e Irmãos

Nossa Comunhão é com Jesus Cristo e com as Irmãs e Irmãos
15 de junho de 2022 Comunicação
blank

Cristo se faz presente na comunidade dos irmãos e irmãs que se solidarizam na partilha do pão e no dom de si mesmos. Por isso, a Eucaristia não é algo a ser apenas adorado e exposto publicamente, mas memória do amor de Deus por nós, de um amor que chega ao seu ápice quando se torna em nós comunhão e amor ao próximo. A solenidade de Corpus Christi que hoje celebramos faz brilhar ainda mais a beleza da nossa Eucaristia cotidiana ou dominical.

Pouco antes da cena do evangelho de hoje, Jesus havia convocado e enviado os Doze com “poder e autoridade sobre todos os demônios e para curar doenças” (Lc 9,1). Quando eles voltam desta espécie de estágio pastoral e missionário, Jesus os leva para descansar, fora do território judaico. Então, os apóstolos contam, animados, o sucesso que haviam experimentado. Mas parece que o repentino e recente sucesso pastoral havia subido à cabeça dos que apenas estreavam como apóstolos: eles se sentem uma elite especial e separada do povo, um grupo que ocupa um grau hierárquico superior, um grêmio fechado e dotado de poder e autoridade recebida de Deus.

Isso fica claro quando, no fim do dia, os Doze se aproximam de Jesus e dão-lhe uma ordem: “Despede a multidão para que possam ir aos povoados e sítios vizinhos procurar hospedagem e comida…” Eles esqueceram que comunidade cristã existe para dar uma resposta efetiva às angústias e esperanças das pessoas e grupos humanos concretos, mas Jesus reage sublinhando, sem meias-palavras, que são eles mesmos que devem cuidar do povo. Jesus não se importa se eles têm ou não provisões suficientes, e pede que organizem o povo em comunidades.

Depois de se apropriar dos poucos pães e peixes que os apóstolos guardavam, Jesus, como um pai de família, eleva, abençoa, reparte e dá aos discípulos para que distribuam. É possível que aquela multidão necessitada fosse gente excluída do judaísmo, gente que não era sequer considerada pelas autoridades religiosas. Mas é essa gente recebe atenção prioritária por parte de Jesus, e o mesmo vale para a Igreja de hoje!

Com Jesus, termina o tempo do “cada um para si” e começa o tempo do convívio, da partilha e do serviço. Inaugura-se o tempo de comunhão solidária. “Todos comeram e se saciaram.” A atenção dos cristãos é inclusiva e universal, mas dá prioridade aos últimos ou excluídos, e viver a Eucaristia é entrar nesta lógica do dom, da prioridade dos últimos e dos mais frágeis. Diante deste sacramento não devemos dizer “se aproxime quem for digno e estiver preparado”, mas “Senhor, eu não sou digno de participar da tua mesa…”

Tomás de Aquino diz que na Eucaristia temos o “documento do imenso amor de Cristo pela humanidade”, e nela “fazemos memória da altíssima caridade que Cristo demonstrou na sua paixão”. Quando Jesus ordena “façam isso em memória de mim”, não está instituindo um rito a ser repetido, mas propondo uma forma de vida a ser assumida com coerência. Por isso, a Eucaristia é um sinal sacramental que aponta para algo mais profundo e transcendente: em Jesus, Deus se faz dom por nós, a fim de que a nossa vida adquira forma de dom solidário pelo próximo.

A questão mais importante não é a presença real de Jesus no pão, mas seu caminho de amor solidário com humanidade. O ponto crucial não é a transubstanciação do pão e do vinho, mas a presença real e contínua de Cristo em nossos gestos de partilha e solidariedade. “Vos sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros deste corpo”, diz Paulo (1Cor 12,27).  Somos chamados/as a ser o corpo de Cristo no mundo: um corpo feito dom e comunhão, no qual os membros são iguais, diferentes e solidários, e onde os mais frágeis merecem maior atenção.

Jesus de Nazaré, pão para a vida do mundo! Queremos sair às ruas, movidos por tua sede de comunhão e agradecidos/as pelo teu amor-doação. Mas não cantaremos “hóstia branca, no altar consagrada…” e sim “entra na roda com a gente também! Você é muito importante! Vem!” E também: “Muito tempo não dura a verdade nestas margens estreitas demais. Deus criou a vida para ser sempre mais! Comungar é tornar-se um perigo… Viemos pra incomodar!” Assim seja! Amém!

Itacir Brassiani msf

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya