Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

IV Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião

IV Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião
10 de agosto de 2015 Centro de Estudos Bíblicos
IV Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião
Foi realizado, de 5 a 8 de agosto, o IV Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião da Faculdades EST. O evento teve como sede o campus da instituição, em São Leopoldo/RS, e trabalhou os seguintes eixos temáticos: história, saúde e direitos. A responsabilidade pela organização do IV Congresso foi do Núcleo de Pesquisa de Gênero ligado ao Programa de Pós-Graduação e ao Programa de Gênero e Religião da Faculdades EST, credenciado junto ao Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq.
 
A atividade reuniu cerca de 200 participantes. Além de estudantes, pesquisadores e pesquisadoras de Instituições de Ensino Superior e Grupos de Pesquisa, também contou com a participação de representantes de instituições e grupos religiosos, integrantes e lideranças de movimentos sociais e agentes da gestão pública de todo o Brasil e da América Latina. A secretária-geral do CONIC, Romi Bencke, participou do evento.
 
Articulação entre Gênero e Religião
 
A articulação entre gênero e religião é fundamental do ponto de vista acadêmico, social e político. Religião, tanto no âmbito das crenças individuais quanto das organizações e instituições religiosas, interfere profundamente na vida das pessoas. Isso pode se dar por meio do uso e manipulação, mas também na forma de reflexão crítica sobre a forma como são construídas as relações.
 
Dentro dessa perspectiva, o Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião se constituiu como um fórum de debate no sentido de denunciar os usos e abusos da religião para a manutenção de relações injustas e violentas. Por outro lado, foi um espaço para apresentar e construir alternativas para que a religião seja um elemento catalisador de processos de transformação tendo como elementos de análise as construções sociais baseadas no sexo, no gênero e na sexualidade.
 
Vale lembrar que o encontro foi fundamental para a sistematização e a socialização do conhecimento produzido nessa área através de inúmeras iniciativas no continente, o que permitirá, ao mesmo tempo, um aprofundamento das reflexões e práticas em torno dessas temáticas. Não por último, oportunizará o fortalecimento e a articulação de parcerias que têm como objetivo final a transformação das relações sociais, contribuindo para a melhoria de qualidade de vida em todos os sentidos.