Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Padre critica machismo, homofobia e Bolsonaro e ganha as redes sociais

Padre critica machismo, homofobia e Bolsonaro e ganha as redes sociais
10 de abril de 2017 Centro de Estudos Bíblicos
Julio Lancellotti criticou duramente a cultura do estupro, o machismo, a homofobia e o deputado Jair Bolsonaro
O padre Julio Lancellotti fez um discurso histórico no último domingo (5), em São Paulo, durante a pregação que marcou o primeiro dia da Quaresma para os católicos.

O religioso criticou duramente a cultura do estupro, o machismo e a homofobia, além de chamar a atenção para a necessidade de nos voltarmos para os mais pobres e necessitados.

“Defendam os fracos, não aceitem a covardia contra os pobres e os pequenos”, afirmou.

No Facebook, o vídeo com a pregação de Julio Lancellotti foi visto mais de 150 mil vezes até o fechamento desta nota e recebeu milhares de comentários elogiosos.

Assista o vídeo:

Ao lembrar do Dia Internacional da Mulher, comemorando no dia 8 de março, o padre disse que “Não basta dizer parabéns para a mulher que você conhece [para celebrar o dia]. Você precisa ser alguém que mude a sua cabeça, a maneira de educar, para que não haja mais cultura do estupro. Que os meninos não pensem que são mais fortes que as meninas e que não mandem nelas”.

Ainda com relação às mulheres, o padre tocou em um tema delicado: a divulgação de conteúdo íntimo nas redes sociais sem consentimento — prática que tem destruído a vida de centenas de mulheres e até provocado suicídios em série.

“Isso é inaceitável e é crime. O corpo das meninas é tão sagrado quanto de todos e não pode ser tocado sem que ela aceite ou queira”, ponderou.

Por fim, o padre se disse assustado pela devoção provocada por “uma figura homofóbica e violenta” como Jair Bolsonaro.

“Eu fico impressionado — e não tenho medo dizer, não precisa cortar a gravação –, que uma pessoa homofóbica, violenta como Bolsonaro, apareça nas pesquisas eleitorais e seja seguido por tanta gente no Brasil. Isso é vergonhoso”.

Fonte: Publicado em Pragmatismo Politico, via www.geledes.org.br, 10/04/2017.