Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Faleceu um dos mais ilustres biblistas chilenos, o teólogo Pablo Richard

Faleceu um dos mais ilustres biblistas chilenos, o teólogo Pablo Richard
27 de setembro de 2021 Comunicação

 

A morte de Pablo Richard Guzmán foi confirmada por seus familiares residentes no Chile. Pablo Richard exercia o ministério sacerdotal há quase 40 anos e foi um dos teólogos que mais contribuiu para que as comunidades cristãs do mundo pobre e crente da América Latina leram a Bíblia com uma dimensão libertadora e esperançosa do Reino. Uma missa em sua homenagem ocorrerá no Chile, nesta quarta-feira, 22, às 16h local, no Colégio San Ignacio El Bosque, em Santiago.

 

A informação é publicada por Kairós News e Religión Digital, 21-09-2021. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

 

“‘No Princípio a Palavra estava junto a Deus e a Palavra era Deus. E a Palavra se fez carne e se fez Morada entre nós’ (cf. Jo 1, 1-14). Carne significa humanidade em condição de fraqueza e mortalidade. (…) Quando Deus se faz humano, todos os deuses caem. O deus dinheiro, o deus mercado, com sua força o neoliberalismo”.

Esse foi um dos últimos escritos de Pablo Richard, registrado por Amerindia en la Red, de 10 de abril do ano passado. “A contradição é com o Deus Palavra que se fez carne, que se despojou da sua condição divina e se fez escravo. ‘A luta dos deuses: os ídolos da opressão e a busca do Deus Libertador’, foi um livre que entreguei a dom Romero e que impactou a espiritualidade dos anos 1980 e mais”, acrescentou.

“Agora se desata uma guerra contra a humanidade e a mãe-terra. Sentimos que tomam vida os deuses da morte, os ídolos do sangue e da morte. O Deus da vida aparece como derrotado. Os e as que gritam ‘onde está Deus?’ não recebem resposta. Deus está morto? Não, está vivo, vivo naqueles que lutam contra o coronavírus. Deus não morreu, está lutando pela vida”, concluía.

Pablo Richard Guzmán nasceu no Chile, em 1939. Em 1966 formou-se em Teologia na Pontifícia Universidade Católica do Chile, na qual foi aluno de José Comblin – dentre outros grandes teólogos –, quem influenciou sua ênfase no estudo da Bíblia. Em 1968 obteve a licenciatura em Sagradas Escrituras, no Pontifício Instituto Bíblico de Roma. Em 1969 e 1970 estudou Arqueologia Bíblica, na Escola Bíblica de Jerusalém.

 

O teólogo Pablo Richard. Foto: Religión Digital

 

Teologia da Libertação

 

Foi fundado e dirigente ativo do Movimento de Cristãos pelo Socialismo no início dos anos 1970. Com o golpe civil-militar de 1973, foi exilado na França. Lá, doutorou-se em Sociologia da Religião, na Sorbonne de Paris. Antes de partir ao exílio, Richard deixou o sacerdócio, se casou e teve filhos.

Posteriormente radicou-se na Costa Rica, país que o acolheu e lhe deu possibilidades de seguir contribuindo ao movimento popular da Bíblia, da qual era um importante difusor junto ao brasileiro Carlos Mesters. Assim trabalhou no Departamento Ecumênico de Pesquisas (DEI, em espanhol), dedicado à formação permanente de agentes de pastoral na América Latina, e da qual foi diretor.

Na Costa Rica solicitou a volta ao sacerdócio, sendo aceito pelo arcebispo de San José, que o incardinou na sua diocese com o apoio expresso do então prefeito da Congregação do Clero em Roma, o colombiano Darío Castrillón, que depois foi presidente do Celam.

Com a volta da democracia no Chile, Richard visitou o país em várias oportunidades para participar de fóruns, dar conferências e oficinas bíblicas às comunidades cristãs, sendo o Centro Ecumênico Diego de Medellín sua casa no Chile para realizar estar atividades.

Pablo Richard, em El Salvador. Foto: Chaz Muth | CNS

 

Missa in memoriam

 

O padre Sergio Torres, um dos amigos mais próximos e com quem Pablo Richard compartilhou diferentes projetos, declarou a Kairós News que sente muito pesar pela partida do seu amigo.

Torres apontou ter conversado com os familiares do padre no Chile, que lhe confirmaram a morte surpreendente, ocorrida em San José, nesta manhã, porque Richard não estava doente além das dores próprias da sua idade. A família informou que será celebrada uma missa em sua memória na quarta-feira, 22-09, às 16h, na capela do Colégio San Ignacio El Bosque, em Santiago.

 


Versão espanhola do livro “Apocalipse: Reconstrução da Esperança”. Foto: Religión Digital

 

Confira alguns dos livros de Pablo Richard

 

  • Origen y desarrollo del movimiento Cristianos por el Socialismo: Chile, 1970-1973. Centre Lebret Foi et développement, 1975.
  • Cristianismo, lucha ideológica y racionalidad socialista. Salamanca, Sígueme, 1975.
  • Cristianos por el socialismo. Historia y documentación. Salamanca: Sígueme, 1976.
  • Muerte de las cristiandades, nacimiento de la Iglesis. París: Lebret, 1978.
  • Desarrollo de la teología latinoamericana: 1960-1978. San José, Costa Rica: Seminario Bíblico Latinoamericano, 1979.
  • A Igreja latino-americana entre o temor e a esperança. Ed. Paulinas, 1982.
  • Religião e política na América Central. Ed. Paulinas, 1983.
  • La iglesia de los pobres en América Central (coautor Guillermo Meléndez). San José, Costa Rica: DEI, 1984.
  • A força espiritual da Igreja dos Pobres. Ed. Vozes, 1989.
  • A luta dos Deuses: Os ídolos da opressão e a busca do Deus libertador. Paulinas, 1980.
  • Lectura popular de la Biblia en América Latina: una hermenéutica de la liberación, 1987. San José, Costa Rica: DEI.
  • Apocalipse: Reconstrução da Esperança. Ed. Vozes, 1999.
  • El Movimiento de Jesús después de la Resurrección y antes de la Iglesia. Una interpretación liberadora de los Hechos de los Apóstoles, 1998. Maliaño (Cantabria): Editorial Sal Terrae, 2000.
  • 10 palabras clave sobre la Iglesia en América Latina. Estella (Navarra): Editorial Verbo Divino, 2003.
  • Fuerza ética y espiritual de la Teología de la liberación en el contexto actual de la globalización. San José, Costa Rica: DEI, 2004.

 

Matéria publicada no site do Instituto Humanitas-Unisinos/Adital