Notícias

Era um adolescente negro, um celular… e a redução da maioridade penal (Edmilson Schinelo)

Era um adolescente negro

Meu filho Marcos, de 14 anos, saiu hoje de bicicleta para a escola de teatro e arte. Menos de vinte minutos depois, toca o celular. Vendo que era seu número, atendi como de costume: “Oi, filho!”.

 

O susto foi grande ao ser surpreendido com uma voz que não era a dele: “Você conhece o dono desse celular? O que você é dele?” Para o coração de um pai, um súbito e rápido silêncio parece durar muito mais tempo. O pensamento vai longe: “Caiu da bicicleta? Foi atropelado? Se tivéssemos ciclovia… Ou será mesmo um sequestro?”.

 

Não sei com que tom de voz respondi. Mas da outra ponta a resposta, portadora de alívio, parecia vindo dos céus: “Não é nada não, moço, é que eu achei esse celular caído aqui na rua e queria devolver. Liguei então para o último número discado. Você sabe de quem é?”.

 

Combinamos o local, fui até lá. Deparei-me com um adolescente negro e fico feliz que não preciso aqui apenas colocar as iniciais. Seu nome é Nelson. Sentado na calçada, me aguardava para devolver o aparelho… Olhei fundo nos seus olhos… Talvez ele não tenha entendido por que as lágrimas vieram nos meus…

 

Olhei fundo nos seus olhos e imediatamente pensei: “Essa noite, o Congresso tentou votar a redução da maioridade penal… bancada da Bíblia, do Boi, da Bala… A grande mídia, a serviço desse ‘BBB’, não daria importância à minha história. Fato corriqueiro, nem ‘daria notícia’. Notícias são as que eles fabricam!”.

 

Voltei para casa com o sorriso de Nelson impregnado em minha alma. Era um sorriso de gratidão. Mas voltei pensando: “Garoto negro e pobre de periferia… Por que meu filho num projeto de arte, música e teatro e ele não? O que estamos fazendo com os seus sonhos? Será que ele tem ‘boa índole’ e seus amigos também negros, fichados e expostos nas manchetes, não? Por que a mídia ‘martela’ tanto em nossas mentes casos de ‘menores infratores’?”.

 

Uma certeza eu tenho: tivéssemos nós um pouquinho mais de espaço na TV para contar histórias tão comuns como essa, as “pesquisas de opinião” seriam absolutamente contra a redução da maioridade penal! Por isso estou contando. Confesso que achei que a gratidão de Nelson também se deve ao fato de que a redução da maioridade penal não foi ainda aprovada. E que não venha a ser!

 

Edmilson Schinelo,

 Campo Grande/MS, 1º de julho de 2014.

 

NOTA: Escrevi o texto durante a manobra do presidente da Câmara, que forçou nova votação e primeira aprovação emenda à PEC 171.  Ao invés de desanimar, reafirmamos nosso compromisso em favor da vida e da dignidade da juventude! 

 

LEIA TAMBÉM:

Cada preso é um cliente – O que se esconde por detrás da decisão da Câmara

 

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya

slot online judi bola terpercaya slot online terpercaya judi bola prediksi parlay hari ini

Seu carrinho está vazio.