Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Por que estamos em Edimburgo? *Nilton Giese

Por que estamos em Edimburgo? *Nilton Giese
Por que estamos em Edimburgo? *Nilton Giese
4 de junho de 2010 Centro de Estudos Bíblicos

O início do movimento ecumênico moderno.

1. O marco inicial do movimento ecumênico foi a Conferência Internacional a respeito da Missão, que teve lugar em Edimburgo, Escócia, em 1910. Não foi a primeira conferência desse tipo, mas sim a maior e a mais representativa.

Ela é considerada o divisor de águas na história do ecumenismo. O que antecedeu foram preliminares; o que sucedeu em Edimburgo é a concretização de uma visão e de desabamento de estruturas. Pretendia-se a coordenação da missão, principalmente, na África e na Ásia. No entanto, o resultado foi muito além.

Representantes das Igrejas Ortodoxas e da Igreja Católica Romana ainda estiveram ausentes. Reúnem-se, nessa oportunidade, mais de 1.200 delegados de Sociedades Missionárias protestantes.

A Conferência foi marcada por um forte otimismo missionário. Pregava-se a "evangelização do mundo ainda nesta geração", uma esperança que se frustrou. A importância da convenção, no entanto, reside nos incentivos ecumênicos que ocorreram. As mesmas igrejas demoraram em acolher a idéia, mas a semente estava lançada. Cada vez mais se sentia a necessidade de não só ordenar a tarefa missionária, senão também de falar a respeito de doutrinas e de promover ações conjuntas em questões práticas entre as igrejas.

2. A partir desta Conferência nasceram diversas organizações que dariam origem ao Conselho Mundial de Iglesias. Elas são:

a. O Conselho Missionário Internacional, constituído legalmente em 1921, nos Estados Unidos. Seu objetivo consistia no apoio e na coordenação das iniciativas missionárias a nível global. Cabe ressaltar que isso deveria suceder no simultâneo esforço pela evangelização e pela justiça na relação entre os povos e raças.

b. O movimento para o cristianismo prático, chamado "Vida e Ação" (Life and Work). O movimento foi uma resposta ecumênica imediata aos horrores da Primeira Guerra Mundial, sendo a promoção da paz uma de suas grandes metas.

c. O movimento "Fé e Ordem" (Faith and Order), chamado em português de "Fé e Constituição", que se propõe o diálogo teológico e a regulação das igrejas em questões doutrinais. A idéia de criar tal foro se remonta ao bispo anglicano Charles Brent. Em Edimburgo, ele se convenceu da impossibilidade de as igrejas se aproximarem sem a remoção dos impedimentos doutrinais da unidade.

3. No período entre a Conferência de Edimburgo e a fundação do Conselho Mundial de Iglesias (CMI), a idéia ecumênica foi abraçada de forma crescente pela liderança eclesiástica. Em 1919, na Suécia, o bispo luterano Nathanm Söderblom lança, pela primeira vez, a sugestão da criação de um "Conselho Ecumênico de Igrejas".

A idéia caiu em terreno fértil. Era forte o anseio por uma maior unidade entre as igrejas cristãs, nutrido, entre outras causas, pelas turbulências de um mundo em crise. Associa-se à iniciativa também a Igreja Ortodoxa, ainda que de forma tímida e parcialmente relutante.

Em 1920, o Patriarca Ecumênico de Constantinopla enviou encíclica na qual propõe uma "koinonia ton ekklesion" (comunhão das igrejas). Naquele mesmo ano, a Conferência de Lambeth, da Igreja Anglicana, avança um passo mais: clama pela reunificação da cristandade.

Estes são alguns exemplos do entusiasmo com que vinha sendo acolhida a idéia ecumênica na época. A Igreja Católica Romana, porém, mantinha-se afastada do movimento. Somente décadas mais tarde iria acordar para o movimento.

4. A missão, a ação e a doutrina, cada qual com suas respectivas organizações, são as principais veias que confluíram no CMI. Há outros movimentos que se unem como, por exemplo, o Conselho Mundial de Educação Cristã, criado em 1947 a partir da Liga Mundial das Escolas Dominicais, já existente desde 1907.

Não podem ser esquecidas as iniciativas dos grupos leigos. Jovens, mulheres e outros têm uma participação decisiva em desatar e fazer crescer a idéia ecumênica.

Os movimentos ao redor da missão, da ação e da doutrina constituem as motivações fundamentais do ecumenismo nas igrejas. "Fé e Ordem" pretende o depoimento conjunto, a fé professada de comum acordo. Trabalha a teologia e a doutrina. Parte da convicção de que a unidade precisa de um consenso básico no credo, e promove o diálogo interconfessional.

O movimento "Vida e Ação" quer conjugar os esforços diaconais das igrejas, a serviço das sofridas criaturas. Tem em vista a praxe eclesial, convicta de que ela é uma poderosa força de união. As missões, finalmente, procuram a sintonia no cumprimento do mandato de levar o evangelho aos confins da Terra. Pretendem evitar o descrédito e demonstrar a coerência evangélica.

Mas em todas essas iniciativas havia dificuldades por vencer. "Fé e Ordem" celebra duas grandes conferências internacionais, a primeira em 1927, em Lausanne, Suíça, e a segunda em Edimburgo, em 1937, Escócia. Decide aderir à sugestão de criar uma comissão preparatória do CMI.

Algo semelhante sucedeu com o movimento "Vida e Ação", que realizou sua primeira conferência em 1925, em Estocolmo, Suécia, e a segunda em 1937, em Oxford, Inglaterra. Nessa oportunidade, manifesta o apoio para a criação de um Conselho Mundial.

5. Quem fica de fora é o Conselho Missionário Internacional. Ele também realiza Conferências Internacionais, em Jerusalém (1928) e em Tambaran, Índia (1938). Mas ainda não se vê em condições de integrar-se ao Conselho em formação.

O que seria conhecido como "missão cristã" já era controvertido na época. A adesão se daria recém em 1961, na terceira Assembléia Geral do CMI, em Nova Delhi, Índia. Permanece como verdadeiro que a missão, a ação social e o diálogo doutrinal, estes três elementos, são o tripé sobre o qual se assenta, e a partir do qual se desenvolve o projeto do CMI. Pretende-se a missão conjunta, a ação conjunta e o depoimento conjunto.

6. Deve-se anotar à margem que o movimento ecumênico, na primeira parte do século XX, era uma promoção predominantemente européia e norte-americana. As igrejas jovens, do assim chamado Terceiro Mundo, eram antes espectadoras do que partícipes.

Isso começa a mudar já em 1928, na Conferência a respeito da Missão, na Índia. Parece impossível conceber a "missão cristã" como uma única via, sendo alguns os "doadores "permanentes" e outros os "receptores". Somente a mutualidade promete o bom êxito.

Um desenvolvimento semelhante se pode observar no que diz respeito ao ecumenismo que, de uma promoção de entidades cristãs do hemisfério Norte, transformou-se, gradualmente, num movimento global, adquirindo forma de fato "ecumênica". Isso não diminui em nada a validade da iniciativa. Demonstra, no entanto, que o "ecumenismo", também sob este aspecto, é um processo de aprendizagem.

 
*Secretário geral do CLAI (Conselho Latino Americano de Igrejas)

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya