Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Poesia: Da minha consciência negra do porvir

Poesia: Da minha consciência negra do porvir
20 de novembro de 2017 Centro de Estudos Bíblicos
consciência-negra
Nesse 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, apresentamos o poema de Aline Djokic, publicado originalmente por Blogueiras Negras.

Da minha consciência negra do porvir:

Cotas

Caras pretas pedindo esmola
Caras pretas fora da escola
É assim que se vive a igualdade
No país da felicidade

Caras pretas, nas senzalas
Atrás da cozinha, longe da sala
Caras pretas, prostitutas
Se se atrevem a sair às ruas

Caras pretas, mais um suspeito
Longe do mundo acadêmico
Caras pretas se levantando
Deixando para trás o rebanho

Caras pretas aprendendo
Quebrando a sina do engenho
Ensinando ao país da felicidade
A porta da frente é igualdade

Fonte: Aline Djokic é poetisa por paixão e Mestre em Filologia e Língua Portuguesa pela Universidade de Hamburgo por obrigação. Escreve no blog Autocanibália. Conteúdo publicado por Blogueiras Negras, 21/11/2013.