Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

CEBI denuncia massacre do povo palestino

CEBI denuncia massacre do povo palestino
30 de julho de 2014 Centro de Estudos Bíblicos
10 Coisas que você precisa saber sobre a situação Palestina

“Ele liberta o indigente que grita por socorro e o pobre que não tem quem o ajude.” (Salmo 72,12)

Reunido em Brasília, o Conselho Nacional do Centro de Estudos Bíblicos (CEBI) expressa sua solidariedade ao povo palestino e denuncia o massacre realizado pelo Estado de Israel, que vem ceifando a vida de centenas de pessoas, especialmente crianças.

O CEBI reconhece que a violência no território de Palestina-Israel é proveniente de ambas as partes. Entretanto, o terrorismo é provocado majoritariamente pelo governo israelita, que, fortemente armado e com a conivência de potências ocidentais, coloca em prática um projeto de extermínio do povo palestino.

Antes de se formar o Antigo Israel como estado, naquelas terras já moravam outros povos, que nem sempre tiveram sua dignidade respeitada. Na época moderna, o mesmo aconteceu com a agressiva ocupação das terras palestinas por parte de grupos judeus.

O reconhecimento do Estado de Israel, no ano de 1947, não acompanhado do reconhecimento do Estado Palestino, incentivou a política de invasão das áreas palestinas.

Como entidade que trabalha com leitura popular e libertadora da Bíblia, o CEBI também denuncia a reprodução de interpretações fundamentalistas e tendenciosas, segundo as quais Deus teria constituído o povo de Israel como “povo eleito”, o que lhe permitiria massacrar outros povos para garantir a posse da terra.

Conclamando a paz na região, o CEBI reafirma a igualdade das nações, reconhecendo que todos os povos são Povo de Deus. Porque “Deus não faz distinção de pessoas. Ao contrário, quem o teme e pratica a justiça em qualquer nação, lhe é agradável” (Atos dos Apóstolos, 10,34-35).

Brasília, 27 de julho de 2014.

 Click here to see in english.