Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Campanha da Fraternidade 2017 tem início hoje, quarta-feira de cinzas

Campanha da Fraternidade 2017 tem início hoje, quarta-feira de cinzas
1 de março de 2017 Centro de Estudos Bíblicos

Com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”

Você sabe o que é a Campanha da Fraternidade 2017? Ainda não? Bom, a Campanha da Fraternidade 2017 – CF 2017, é realizada todos os anos pela Igreja Católica no Brasil. A CF 2017 nada mais é do que uma campanha que envolve a comunidade com diversas ações pastorais em todas as regiões do Brasil.

A Campanha da Fraternidade é marcada pelo empenho de todos em favor da solidariedade e fraternidade, sempre abordando temas atuais, que a cada ano propõe uma transformação social e comunitária, seja ela em desafios sociais, econômicos, culturais e até mesmo religiosos, onde toda a população envolvida na Campanha da Fraternidade é convidada a ver, julgar e agir.

Campanha da Fraternidade 2017

Muitas pessoas se perguntam, “Mas quando a Campanha da Fraternidade começa?” A Campanha da Fraternidade sempre começa na quarta-feira de cinzas e acontece durante o ano todo! Muitas pessoas acham que ela termina depois da Páscoa, mas não, como dissemos, ela dura até o fim do ano, junto com o Ano Litúrgico, onde são desenvolvidas diversas atividades pastorais.Podemos citar alguns exemplos de como a Campanha da Fraternidade 2017 é trabalhada, debatida e refletida com a comunidade, são eles: Cartazes, desenhos, músicas, texto-base, textos voltados para cada pastoral, vídeos e muito mais!

Tema e lema da Campanha da Fraternidade 2017

Tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).

Em nota, o Bispo da Diocese de Foz do Iguaçu, Dom Dirceu, fala sobre a abertura da Quaresma e da Campanha da Fraternidade 2017:

Com o início da Quaresma nesta Quarta Feira de Cinzas, a Igreja Católica em nosso país, motivada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – faz o lançamento da Campanha da Fraternidade, com o nosso olhar para a criação, dada por Deus a nós, para cultivar e guardar. Temos riquezas naturais, florestas, fauna, água com clima variado: tudo deve ser cultivado e guardado e não destruído.

A Biodiversidade é uma riqueza, com árvores, animais terrestres e aquáticos. Assim, o nosso olhar é para a vida que está em nosso território, iluminados pelos biomas brasileiros. Bioma – duas palavras gregas que significam vida e massa: vida de um determinado ambiente, com pluralidade de seres vivos. Conjunto de vida animal, e vegetal, com agrupamento de tipos de vegetação identificados, com condições geoclimáticas similares: eis a diversidade – são os biomas.

Os biomas são divididos em grandes bacias hidrogeográficas – e estes com sub-bacias menores e microbacias. Uma das grandes riquezas do Brasil está na diversidade formando um ecossistema territorial. A saúde desse ecossistema encontra-se ameaçada, devido a desigualdade em nosso país.Características de cada bioma brasileiro:Amazônia: o maior bioma do Brasil – com 61% do território brasileiro. Região ambicionada pelas riquezas naturais, com imensa diversidade.

Sua destruição coloca em risco o ciclo das águas e aquecimento global.Caatinga: bioma exclusivo do Brasil, sendo região semiárida, com 844.453 km². É capaz de ressuscitar no período das chuvas.Serrado: é o bioma mais antigo da face da terra. Sua biodiversidade é imensa. Uma vez extinto, não tem mais poder de regeneração. Compreende 22,65% do território nacional.Mata Atlântica, com floresta tropical: é uma área de 1.315.460km², rica em biodiversidade, com grande concentração urbana (120 milhões de brasileiros).

Cidades com problemas de saneamento básico, abastecimento de água, tratamento de esgoto. Os moradores sofrem impactos com as chuvas.Pampa: planície com criação de gado, do Rio Grande do Sul e se estende na Argentina e Uruguai. É ameaçado por monoculturas estranhas ao ambiente: pinus, eucalipto.Pantanal: é o menor bioma brasileiro, com 150.355 km². Extensa área úmida, sendo a pecuária a principal atividade. É ameaçado por monocultura e mineração.

Os biomas são sempre organização natural da vida. Esses biomas são habitados por povos oriundos da Europa, nações indígenas, comunidades quilombolas e comunidades tradicionais.Além da população urbana que impacta com esses biomas, temos problemas de clima, água, poluição, enchentes, secas…

O ser humano ocupa um lugar especial na criação, colocado pelo Criador à frente da obra criada. Nesta Quaresma desejamos uma nova concepção fraterna entre nós seres humanos e com todos os seres vivos do planeta. A vida é toda ela fraternal. Queremos intensificar uma pastoral em defesa da vida de todos os seres vivos do planeta. O Brasil é um país casa, casa que abriga o que nos é comum; há diversidade nesta casa.A criação, projeto original de Deus, desejada por Ele e criada por amor. Cada dia Deus criou um elemento novo: luz, firmamento, separação das águas, solo, nas águas e no ar, os peixes, pássaros, animais.

Deus formou, por último, o homem, com o poder de guardar cultivar a criação. A criação é obra-prima de Deus, tendo o homem missão especial, criado à imagem de Deus. O jardim como espaço de encontro com Deus e de vivência fraterna: harmonia total.Cultivar e guardar a criação (Gn. 2, 15). A criação pertence a Deus e o homem recebeu a missão de cuidar e guardar a terra. A Igreja tem uma responsabilidade pela criação, deve defender a terra, a água, o ar como dons da criação que pertencem a todos. Deve proteger o homem contra a destruição de si mesmo.Queremos harmonia entre ecologia humana e ecologia ambiental. O ser humano é guardião de toda a criação e de todas as criaturas.

(Texto base da Campanha da Fraternidade 2017) Dom Dirceu Vegini – Bispo Diocesano de Foz do Iguaçu”Com informações: Site Campanha da Fraternidade 2017, Assessoria Diocese de Foz do Iguaçu