Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

CEBI-CE: Como será o Futuro do Mundo? – Justiça Socioambiental e Ecologia

CEBI-CE: Como será o Futuro do Mundo? – Justiça Socioambiental e Ecologia
31 de agosto de 2016 Centro de Estudos Bíblicos
CEBI-CE: Como será o Futuro do Mundo? - Justiça Socioambiental e Ecologia
Mediante à crise sistêmica intensificada pelos processos de Globalização, Políticos, Econômicos, Culturais e Sociais no Mundo e especialmente no Brasil e no Ceará, nos últimos cinquenta anos. O CEBI-CE decidiu formar suas/seus facilitadoras/es para trabalharem juntas/os a maioria das pessoas excluídas e pobres das comunidades à luz da Leitura Popular da Bíblia, a fim de que elas possam lutar e conseguir e assegurar seus direitos a terra, a água, ao território e a ter uma vida digna.
Pe. Luís Sartorel chama a nossa atenção para a leitura de uma carta que ele recebeu, cujo título é: “A VIDA EM 2070 – CARTA PARA O FUTURO”. A pessoa que a escreveu acaba de completar 50 anos, mas sua aparência é de 85 anos. Ela tem sérios problemas renais porque bebe pouca água. Hoje, ela é uma das pessoas mais idosas nesta sociedade. Há muita falta de água, as chuvas são escassas. Não há mais árvores, as florestas foram devastadas pelas ações do homem. Os rios, logos e lagoas secaram e as poluições aumentaram.
Ele pergunta: “Como será o Futuro do Mundo?”
Ele não se exclui de sua responsabilidade e diz: “Não posso deixar de me sentir culpado porque pertenço à geração que acabou de destruir o meio ambiente, sem prestar atenção a tantos avisos – ‘Proteja a natureza, Conserve a terra, Poupe a água, Não jogue lixo nas fontes de água, nos riachos, nos rios, etc”. Agora nossos filhos pagam um preço muito alto.
Ele faz a seguinte pergunta: Como evitar isso?
Ele mostra alguns caminhos simples que devem ser seguidos por cada uma e cada um:
1.    Não usar sacola de plástico, usar sacola de pano, ecobag, quando for à mercearia, ao supermercado.
2.    Separar o lixo orgânico do inorgânico.
3.    O lixo orgânico pode ser enterrado, pois serve de adubo para suas plantas.
4.    Não jogue lixo na rua.
5.    Não pratique caça pois os animais e aves fazem parte da flora.
6.    Não destrua as árvores.
7.    Não utilize tanto seu automóvel, ande de ônibus.  
 
O Papa Francisco em sua Encíclica “Laudato Si’, mi’ Signore – Louvado sejas, meu Senhor”, fala-nos da espiritualidade ecológica e diz que: “…a nossa Casa Comum se pode comparar ora a uma irmã, com quem partilhamos a existência, ora a uma mãe, que nos acolhe nos seus braços: ‘Louvado sejas, meu Senhor, pela nossa irmã, a mãe terra, que nos sustenta e governa e produz variados frutos com flores coloridas e verduras”.
Com Pe. Luís Sartorel, Ana Selma, João Jairo e Leno Farias (do Candoblé), nós hoje andamos do Jardim do Éden ao Apocalipse. Da Criação a um tempo de guerra, opressão, desolação, e então, ver destruída a Obra, o jardim que nos fora entregue pelo Criador… UM NOVO JARDIM  pode ser reconstruído, nos diz também este livro, só que, desta vez, pelas nossas mãos, pelo nosso trabalho. Cuidar deste Jardim do ser, da Natureza, da Vida, da nossa relação com Deus, torna-se um compromisso pessoal e coletivo para nós!
A hospitalidade emerge como um paradigma oposto à dominação. Viver bem, conviver bem. Da mesma forma que hospedamos uma pessoa querida, ou não abusamos de quem nos hospeda, é o que podemos aferir dos textos bíblicos a respeito do ano Jubilar e Sabático, pois nos mostram o respeito ao ciclo da natureza que hospeda, não devendo nós abusarmos do seu tempo de descanso e de regeneração: Durante seis anos semearás o teu campo; durante seis anos podarás a tua vinha e recolherás os produtos dela. Mas no sétimo ano a terra terá seu repouso sabático, um sábado para IAHWEH: não semearás o teu campo e não podarás a tua vinha, não ceifarás as tuas espigas… Será para a terra um ano de repouso. (Lv 25,3-5).

Atividade: Estudo Anual 2016
Tema: Justiça Socioambiental e Ecologia
Data: 28 e 29/05
Facilitadora/es: Ana Selma, João Jairo, Pe. Luís Sartorel e Leno Farias (do Candoblé)
Número de Participantes: 27 mulheres e 10 homens.