Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Testemunhamos a Exaltação de um Messias Humilhado

Testemunhamos a Exaltação de um Messias Humilhado
26 de maio de 2022 Comunicação
blank

Uma das tentações que ameaçam limitar ou eliminar a força revolucionária do Evangelho de Jesus Cristo é considerar a encarnação e a humilhação do Filho de Deus como algo transitório, como uma espécie de parêntesis superado pela ressurreição e pela ascensão ao céu. A ascensão seria seu afastamento definitivo das contradições do mundo, onde teria vindo apenas para nos falar das coisas de Deus. A glorificação e o poder seriam o prêmio pelos sofrimentos suportados e teriam apagado os sinais de uma vida de filho da humanidade, de homem pobre e sonhador.

Os primeiros cristãos evitaram essa tentação sublinhando que a humanidade do Filho de Deus, inclusive sua rejeição e morte na cruz, não foram uma espécie de acidente de percurso, ou um descuido de Deus, mas a realização das Escrituras. Em Jesus realizou-se plenamente o essencial daquilo que as leis, os profetas e os salmos intuíram e anunciaram. Mas isso não autoriza a conclusão de que Deus Pai teria desejado o sofrimento e a morte do próprio Filho. O que a igreja apostólica sublinha é que as Escrituras apontam para a encarnação e a humanização de Deus.

Sabemos que o dinamismo da encarnação não conhece paradas nem limites. A glória de Deus brilha no ser humano livre e solidário. Aquilo que começou no seio de Maria e se manifestou aos pastores continuou na carpintaria de Nazaré, prolongou-se nas cidades e aldeias da Galileia e culminou no calvário. Quando os cristãos resumem as Escrituras com a expressão ‘o Messias sofrerá’, estão afirmando que o Enviado de Deus se caracteriza mais pela vulnerabilidade compartilhada com os seres humanos que pelo poder e pela glória acima ou à margem da história.

Este movimento de abaixamento e esvaziamento de Deus é libertador, uma vez que é guiado e sustentado pelo amor, e continua em nós pelo Espírito que nos é concedido. Assumindo solidariamente a humanidade humilhada, Jesus Cristo assina o decreto de reconhecimento público e universal da dignidade de todos os seres humanos e, ao mesmo tempo, concede-lhes o Respiro que lhes faz povo e lhes permite reinventar a sociedade em parâmetros de justiça e de comunhão. Este movimento expressa a verdadeira glória e a admirável grandeza de Deus e do ser humano.

Não é correto imaginar a ressurreição de Jesus Cristo como a passagem da fase transitória e limitada da sua vida para uma etapa definitiva e potente, como a premiação que se segue a uma submissão obediente e desonrosa.  E é um desvio teológico imaginar a ascensão de Jesus como afastamento da sua condição humana.  A ascensão deve ser compreendida no quadro da sua crucifixão, da demonstração cabal da sua identificação com o ser humano oprimido. Proclamar a ascensão de Jesus significa aprofundar o nosso modo de ver o mistério do seu esvaziamento.

Ressurreição, ascensão, glorificação e acolhida à direita de Deus são imagens e conceitos que, de forma complementar, procuram dar conta deste complexo dinamismo e afirmar que Deus se manifesta exatamente no amor que assume a carne humana, serve e dá a vida. É este Filho de Deus humanado e esvaziado que está acima de todos os poderes e forças, de todos os senhores e autoridades. Só o amor solidário merece crédito, submissão e reverência! É disso que somos testemunhas: de um Deus que mostra sua grandeza fazendo-se pequeno.

Jesus Cristo é a cabeça do corpo composto pelos homens e mulheres que acreditam nele. Como cabeça, Ele não é refém da Igreja, que é convocada a assumir a forma de vida de Cristo, sua cabeça. E isso significa não buscar outra glória que não seja servir, outra honra que não seja partilhar o destino dos deserdados da terra. Assim, podemos dizer que a ascensão de Jesus é a maturidade missionária daqueles/as que o seguem. “Recebereis o poder do Espírito Santo que virá sobre vós, para serdes minhas testemunhas”.  Que ninguém fique extático/a, olhando para o céu!

Jesus de Nazaré, Cordeiro ferido e Servo exaltado! Não nos deixes cair na tristeza, na inércia e na resignação. Faze-nos abertos/as ao teu Espírito, vibrantes no louvor, generosos no amor. Guia-nos na missão de testemunhar o amor que se faz carne, que nos faz servidores de todos. Faze que sejamos profetas da alegria, agradecidos por descobrir que a ascensão é teu mergulho definitivo no coração do mundo, honrados por continuar tua missão de tirar o pecado do mundo. Assim seja!

Itacir Brassiani msf

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya