Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

A Oração Alarga Nossa Visão e Sustenta Nossa Missão

A Oração Alarga Nossa Visão e Sustenta Nossa Missão
22 de julho de 2022 Comunicação

A catequese de Jesus sobre a oração está inserida no contexto da sua caminhada para Jerusalém, onde se daria o confronto decisivo entre seu projeto de vida e os poderes oficiais do judaísmo e do império romano. Depois de relatar o ensino de Jesus sobre a necessidade de fazer-se próximo de quem está frágil e nos apresentar sua lição na casa de Marta e de Maria, o evangelista Lucas começa dizendo que “um dia, Jesus estava orando num certo lugar”. O escritor sagrado prefere ser genérico, e não oferece maiores detalhes sobre o conteúdo e a forma dessa oração.

Pelo contexto geral podemos deduzir que a oração de Jesus está a serviço da fidelidade à sua decisão de construir o Reino de Deus mediante o serviço em favor dos últimos e do enfrentamento das forças que se lhe opõem. Pelo que dão a entender os evangelhos, na oração Jesus vislumbra e recoloca diante de si o horizonte maior do Reino de Deus, e, assim, confirma seus passos nesta direção. Mas Jesus não parece preocupado em pedir que os discípulos rezem: ele simplesmente se retira em oração para confirmar sua identidade e renovar sua responsabilidade.

Observando a atitude de Jesus em oração, os discípulos pedem que lhes ensine a rezar. Eles conhecem os ritos e fórmulas de oração ensinados por João Batista e por outros líderes religiosos, e parece desejar que Jesus os inicie nos ritos e práticas rígidas de oração. Estariam eles ansiando por práticas espirituais que os dispensassem das exigências da conversão ao Reino, do despojamento e do dom de si mesmos? Longe de induzir à passividade e a uma visão mágica da vida, a oração ensinada por Jesus potencializa os recursos de que dispomos para construir a vida.

A oração, especialmente a súplica, supõe, expressa e cultiva a consciência de que nos falta algo importante. Quem dispõe de todos os poderes e recursos não precisa pedir nada ou agradecer a ninguém. E quem está absolutamente satisfeito com o presente não espera nada para a futuro, a não ser um prolongamento repetitivo do presente.  Na oração que pede está embutido também o senso de urgência e de responsabilidade pessoal e comunitária diante dos dramas e necessidades do mundo. A oração que Jesus ensina supõe esta consciência da grandeza e da urgência da missão.

A primeira frase da oração ensinada por Jesus fala de santificar o nome de Deus, e isso significa esperar, reconhecer e promover ação libertadora de Deus na história. Na tradição profética, Deus é santificado quando liberta os oprimidos, perdoa os pecadores, sacia os famintos, repatria os exilados, garante um abrigo aos deserdados. “Teu nome é santificado quando a justiça é nossa medida”, cantamos hoje. Por outro lado, Jesus ensina que Deus é um pai bom, a quem podemos dirigir-nos com confiança, e até a insistir naquilo que necessitamos para fazer o bem.

A oração funciona também como uma pedagogia que suscita e alimenta o ardente desejo do Reino de Deus. “Venha o teu Reino!” Isso significa que a oração nos insere nos processos de transformação que estão em curso na história, mas que não se realizam por si mesmos. Esta súplica profunda nos ajuda a evitar duas atitudes: a conformidade com o mundo do jeito que ele está; a preocupação escapista com uma indefinida vida depois da morte. Antes, a oração ensinada por Jesus estimula o ardente desejo do pão farto e gostoso em todas as mesas, todos os dias.

A oração cristã é comunitária, e está enraizada no presente histórico e voltada ao futuro. E isso está patente na segunda parte da oração que Jesus nos ensinou: os pedidos estão na segunda pessoa do plural e são expressão da voz de uma comunidade. Mesmo quando é feita individualmente, a oração sempre supõe uma comunhão real, não apenas com os cristãos da comunidade ou com a Igreja, mas com a humanidade e a criação inteira. É disso que fala o pedido do ‘pão nosso de cada dia’ e do perdão das nossas ofensas.

Jesus de Nazaré, amigo da humanidade e mestre da oração: ajuda-nos a pedir o que realmente necessitamos para continuar teu caminho. Ensina-nos a pedir com confiança e insistência. Mas qual é o pedido que o teu e nosso Pai não deixa sem resposta? Ajuda-nos a pedir mais que alimento e saúde, sucesso ou boa morte. Dá-nos o teu Espírito, sem o qual não há discipulado, profecia, liberdade e vida verdadeiras. Envia-nos teu Espírito, Senhor, e isso nos basta! Amém! Assim seja!

Itacir Brassiani msf

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya

slot online judi bola terpercaya slot online terpercaya