Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

A Boa-nova do Reino é testada no deserto e anunciada publicamente

A Boa-nova do Reino é testada no deserto e anunciada publicamente
18 de fevereiro de 2021 Zwei Arts

Leia a reflexão sobre Marcos 1,12-15, texto de Carlos Mesters e Mercedes Lopes.

Boa leitura!

1. Situando

1.1 Marcos 1,12-13 mostra como a Boa-nova foi testada na hora da tentação de Jesus no deserto (Marcos 1,12-13). Jesus, com a força do Espírito do Deus da vida, recebida no Batismo (Marcos 1,9-11), começa a derrotar as forças de Satanás, as forças da morte.

1.2 Agora, aparece o resultado da longa preparação: Jesus anuncia a Boa-nova publicamente ao povo (Marcos 1,14-15).

2. Comentando

2.1 Marcos 1,12-13: A Boa-nova é testada e provada no deserto

Depois do batismo, o Espírito de Deus toma conta de Jesus e o empurra para o deserto, onde ele se prepara para a missão (Marcos 1,12-13). Marcos diz que Jesus esteve no deserto 40 dias e que foi tentado por Satanás. Em Mateus 4,1-11 se explicita a tentação: tentação do pão, tentação do prestígio, tentação do po­der. Foram as três tentações que derrubaram o povo no deserto, depois da saída do Egito (Deuteronômio 8,3; 6,16; 6,13). Tentação é tudo aquilo que afasta alguém do caminho de Deus. Orientando-se pela Palavra de Deus, Jesus enfrentava as ten­tações e não se deixava desviar (Mateus 4,4.7.10). Ele é igual a nós em tudo, até nas tentações, menos no pecado (Hebreus 4,15). Inserido no meio dos pobres e unido ao Pai pela oração, fiel a ambos, ele resistia e seguia pelo caminho do Messias-Servidor, o caminho do serviço a Deus e ao povo (Mateus 20,28).

2.2 Marcos 1,14: Jesus inicia o anúncio da Boa-nova de Deus

Marcos dá a entender que, enquanto Jesus se preparava no deserto, João Batista havia sido preso pelo rei Herodes. Diz o texto: Depois que João foi preso, Jesus voltou para a Galileia proclamando a Boa-nova de Deus. A prisão de João Batista não assustou Jesus! Pelo contrário! Ele viu nela um sinal da chegada do Reino. Hoje, os fatos da política e da polícia também influem no anúncio que nós fazemos da Boa-nova ao povo.

Marcos diz que Jesus proclamava a Boa-nova de Deus. Pois Deus é a maior Boa Notícia para a vida humana. Ele responde à aspiração mais profunda do nosso coração.

2.3 Marcos 1,15: O resumo da Boa Notícia de Deus

O anúncio da Boa-nova de Deus tem quatro pontos: (a) Esgotou-se o pra­zo! (b) O Reino de Deus chegou! (c) Mudem de vida! (d) Acreditem nessa Boa Notícia! (Marcos 1,14-15). Esses quatro pontos são um resumo de toda a pregação de Jesus. Cada um deles tem um significado importante:

a. Esgotou-se o prazo! Para os outros judeus, o prazo ainda não tinha se esgotado. Faltava muito para o Reino chegar. Para os fariseus, por exemplo, o Reino só chegaria quando a observância da Lei fosse perfeita. Para os essênios, quando o país fosse purificado ou quando eles tivessem o domínio sobre o país. Jesus pensa de modo diferente. Ele tem outra maneira de ler os fatos. Diz que o prazo já se esgotou.

b. O Reino de Deus chegou! Para os fariseus e os essênios, a chegada do Reino dependia do esforço deles. Só chegaria depois que eles tivessem rea­lizado a sua parte, a saber, observar toda a lei, purificar todo o país. Jesus diz o contrário: “O Reino chegou!” Já estava aí! Independentemente do esforço feito! Quando Jesus diz “O Reino chegou!”, ele não quer dizer que o Reino estava che­gando só naquele momento, mas sim que já estava aí. Aquilo que todos espera­vam já estava presente no meio do povo, e eles não o sabiam nem o percebiam (cf. Lucas 17,21). Jesus o percebeu! Pois ele lia a realidade com um olhar diferente. E é esta presença escondida do Reino no meio do povo que Jesus vai revelar e anunciar aos pobres da sua terra. É esta a semente do Reino que vai receber a chuva da sua palavra e o calor do seu amor.

c. Mudem de vida! Alguns traduzem Fazei penitência. Outros, Conver­tei-vos ou Arrependei-vos. O sentido exato é mudar o modo de pensar e de viver. Para poder perceber essa presença do Reino, a pessoa terá que começar a pen­sar, a viver e a agir de maneira diferente. Terá que mudar de vida e encontrar outra forma de convivência! Terá que deixar de lado o legalismo do ensino dos fariseus e permitir que a nova experiência de Deus invada sua vida e lhe dê olhos novos para ler e entender os fatos.

d. Acreditem nessa Boa Notícia! Não era fácil aceitar a mensagem. Não é fácil você começar a pensar de forma diferente de tudo que aprendeu, desde pequeno. Isto só é possível através de um ato de fé. Quando alguém traz uma notícia diferente, difícil de ser aceita, você só aceita se a pessoa que traz a notícia for de confiança. Aí, você dirá aos outros: “Pode aceitar! Eu conheço a pessoa! Ela não engana, não. É de confiança. Fala a verdade!” Jesus é de confiança!