Notícias

XII Assembleia do CEBI Goiás

Nos dias 15 e 16 de abril de 2023 o CEBI Goiás realizou sua XII Assembleia, que teve como tema “Decolonialidades e os 40 anos do CEBI Goiás”, diálogos mediados pelo Padre Célio Amaro.

A manhã do primeiro dia (15/04), estava se ocupando em ajustar coletivamente os passos do regimento interno da Assembleia e fazer memória da caminhada do triênio anterior, a partir das microrregiões articuladas no Estado. Além disso, aconteceu um momento de apresentação, no qual algumas pessoas ao partilharem sobre cheiros, sabores e memórias que nos revisitam na caminhada de 40 anos, encerraram as partilhas com a seguinte afirmação:

O CEBI me levou a ler o texto como escuta de pessoas.
O CEBI está no meu coração. Eu não sei fazer anúncio da Palavra sem pensar no que aprendi no Cebi.
O CEBI nos leva a conhecer histórias, muitas histórias de vida e a nos comprometer com elas.
Para mim o Cebi é uma oportunidade de fazer uma síntese entre duas paixões: a Palavra de Deus e a Educação Popular.
O CEBI nos ajuda a descolonizar a Bíblia.
O CEBI mudou a minha vida. É uma força que a gente tem na caminhada. Esse jeito de ler a Bíblia é diferente. É um jeito de expressar Vida e de se expressar com a Vida.
A marca profunda do Cebi é nos tornar mais misturadas com o povo, com as periferias, as diversidades.
O CEBI é um espaço de formação no dia a dia, junto com o povo que luta por vida digna.
O CEBI é um espaço de desconstrução, mas não é uma desconstrução qualquer. É algo que te joga no chão, te inquieta e te levanta.
No CEBI eu descobri um novo jeito de ler a Bíblia.
Estar no Cebi é uma alegria, um presente. É o meu lugar.
A caminhada do Cebi e das Cebs (Comunidades Eclesiais de Base) é algo que alimenta a gente. Nos dá força na caminhada e no trabalho.
O CEBI é referência de fé na minha vida. Fé que não aliena, mas que dá coragem e força para lutar.
Ser CEBI é respirar o ar que eu respiro.
O CEBI é palavra libertadora. É caminhada libertadora.
No CEBI eu me encontro, eu me realizo. Sempre me identifiquei muito com a caminhada ecumênica.
Demorou muito para eu aceitar o ecumenismo. O Cebi me fez desejar ser ecumênica. Onde fala que tem encontro do Cebi, meu coração se alegra.
Eu sou outra pessoa depois que eu conheci o Cebi. O Cebi é espaço de libertação.
A minha alegria foi descobrir o jeito do Cebi. É uma leitura diferente.
O CEBI me libertou totalmente das quatro paredes da igreja. Eu vivia aprisionada entre as quatro paredes da igreja.
O CEBI me ajudou a ser mulher, a me posicionar como mulher.
O CEBI está dentro da gente, não é um lugar, é a maneira da gente ser, de ver a Palavra de se encontrar na Vida, de se relacionar em defesa da Vida.
CEBI é memória e vivência de um Deus que senta na praça, caminha com as empobrecidas na rua.

Por fim, o que ressoou em nós, após as partilhas?

Ao escutar as diversas partilhas, a gente percebe que todos e todas somos Cebi, nas diferentes microrregiões; a gente caminha juntas e juntos.

Coordenação Cebi Goiás, abril de 2023.

No products in the cart.