Notícias

Uma pessoa cristã não deveria votar em Bolsonaro

por Edmilson Schinelo*

Quero chamá-lo por seu nome, Jair Bolsonaro.

Ele não é “o coiso”, é um ser humano. Seu projeto fascista pode ser “o coiso”, porque assumidamente discrimina a pobres, mulheres, negros e homossexuais. Mas como toda pessoa, Bolsonaro precisa ser tratado com dignidade e respeito, mesmo que não faça isso.

Vou ser breve: nada justifica que uma pessoa cristã consciente vote em alguém que defenda a tortura, que incentive a matança de seres humanos, que diga abertamente que mulher merece ganhar menos, que “quando fraquejou, nasceu uma filha”, que índio não merece um palmo de terra. É inaceitável a ouvidos cristãos o que disse seu candidato a vice: “famílias pobres com mãe e avó são fábricas de desajustados, fornecem mão de obra ao narcotráfico”.

Em síntese: o projeto de Jesus é inconciliável com o discurso de ódio, com qualquer prática que incentive a violência, com a negação da possibilidade de conversão de qualquer ser humano. Temos que nos perguntar por que esse discurso tem tanta aceitação num país de tradição cristã. Não continuemos a negar o Evangelho!

Acreditamos que todo ser humano tem possibilidade de se converter, de rever suas posições. Inclusive Bolsonaro. Mas por enquanto não reviu. Por isso é importante que reforcemos: para estar à frente do Brasil, ele não!

Edmilson é assessor de Leitura Popular da Bíblia, teólogo, escritor e integrante da equipe nacional do Centro de Estudos Bíblicos.

Imagem de capa: Ana Carolina Fernandes/Reuters

 

#ELENÃO

situs judi bola AgenCuan merupakan slot luar negeri yang sudah memiliki beberapa member aktif yang selalu bermain slot online 24 jam, hanya daftar slot gacor bisa dapatkan semua jenis taruhan online uang asli. idn poker slot pro thailand

Seu carrinho está vazio.

mersin eskort