Ecumenismo

Teólogos e teólogas da Libertação lançam carta de apoio ao Papa

Quarenta e seis teólogos e teólogas da Libertação de toda a América Latina lançaram um manifesto de apoio ao Papa, numa carta calorosa e que remete ao melhor da tradição teológica latino-americana.

A carta foi entregue na última sexta-feira (20) a Francisco, em Roma, pelo teólogo brasileiro Elio Gasda. No texto, os signatários solidarizam-se ao “sofrimento” do Papa pelas perseguições que sofre devido a sua postura “profética e pastoral”, “neste momento dramático da história”.

Diz-se na carta: “Queremos expressar nosso apoio por dar centralidade ao grito da Terra e ao grito das vítimas do sistema anti-vida que sacrifica milhões e milhões de irmãs e irmãos empobrecidos”. E, adiante: “Como grupo, invocamos o Espírito para que siga iluminando-o e fortalecendo”.

O manifesto foi aprovado durante o Encontro Intergeracional da Teologia da Libertação – “A força dos pequenos” da rede mundial de teologia Ameríndia, que aconteceu entre 12 e 14 de outubro. A reunião foi na simbólica cidade mexicana de Puebla onde, em 1979, realizou-se a Terceira Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano (a Conferência de Puebla), que marcou o primeiro embate entre a Igreja latino-americana e o papa conservador Karol Wojtyla, eleito meses antes e que praticou um governo de terror e medo.

Apesar de os bispos da região terem conseguido aprovar um documento final avançado, o encontro ocorreu sob enorme tensão –os teólogos e teólogas foram proibidos de participar como assessores, o que era inédito desde o Concílio Vaticano II, por uma ordem conjunta do Vaticano e do ultraconservador cardeal colombiano López Trujillo, então secretário-geral do CELAM (Conferência Episcopal da América Latina) e a seguir eleito presidente do órgão. Mais de 50 teólogos e teólogas viajaram a Puebla, hospedaram-se espalhados pela cidade, e mantiveram encontros clandestinos com os bispos progressistas ao longo da conferência.

O objetivo do encontro foi reunir distintas gerações de teólogos e teólogas da Libertação, desde os fundadores, como Leonardo Boff, o venezuelano Pedro Trigo, a austríaca radicada em El Salvador Marta Zechmeister e a novíssima geração, representada, entre outros, por César Kuzma (Brasil), Geraldina Céspedes Ulloa (Guatemala/República Dominicana) e Larry Madrigal (El Salvador).

Numa das sessões do encontro Marta Zechmeister, destacou o legado “dos homens e mulheres que fizeram presente o mistério da morte e da ressurreição de Jesus, colocando-se ao lado das vítimas”. Ela expôs possíveis caminhos para a agenda da Teologia da Libertação, como “as novas linguagens que permitam recuperar a força libertadora da teologia, com um novo vigor, a favor dos marginalizados”.

Leia (em espanhol) a íntegra da carta ao Papa e a lista dos que assinaram.

 

Fonte: A notícia é de Mauro Lopes, publicado em seu blog Caminho pra Casa, 23/10/2017. Divulgado pelo Instituto Humanitas, 24/10/2017.

Foto de capa: O teólogo brasileiro Elio Gasda entrega carta ao Papa na última sexta (20).

Liga228 situs judi bola merupakan situs judi bola online dengan pasaran terlengkap.

Kunjungi situs judi bola terlengkap dan terupdate seluruh asia.

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Game situs slot online resmi

slot hoki terpercaya

slot terbaru

rtp slot gacor

agen sbobet terpercaya

slot online judi bola terpercaya slot online terpercaya judi bola prediksi parlay hari ini

Seu carrinho está vazio.

×