Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

CEBI – Abertura do Mês da Bíblia 2021-ICAR reuniu público expressivo e interessados no estudo da Carta aos Gálatas

CEBI – Abertura do Mês da Bíblia 2021-ICAR reuniu público expressivo e interessados no estudo da Carta aos Gálatas
3 de setembro de 2021 Comunicação

A live do dia 31 de agosto sobre o “Mês da Bíblia 2021 -ICAR “, organizada pelo Conselho do CEBI na plataforma Zoom e veiculada no canal no Youtube foi um sucesso, chegando a um público de quase oitocentos participantes de todo o Brasil e até do exterior.

O encontro reuniu as pessoas autoras das duas publicações do CEBI Editora que abordam o texto base do Mês da Bíblia 2021, que são “Carta aos Gálatas -na comunhão e exclusão somos Igreja em saída” e “Carta de São Paulo aos Gálatas”, respectivamente Ir Mercedes Lopes e Frei Carlos Mesters em coautoria com Francisco Orofino. Como debatedores e debatedoras estavam presentes representantes do Conselho Nacional do CEBI, Paulo Ueti, Rodrigues, João Osmar, Múria Carrijo, Erivaldo José, Maria de Fátima Castelan(Fatinha) como a, contando ainda com a participação especial do pastor e assessor do CEBI, Kinno Cerqueira que fez a mística de abertura.

Foi um encontro de diálogos, reflexões, interação e compromisso com a palavra libertadora a partir da Carta de Paulo aos Gálatas, animando e esperançando quem acompanhou todo o encontro até o final, às 21 horas.

Leia o que alguns internautas postaram no chat do youtube. São palavras de carinho e reconhecimentos pelo trabalho do Centro de Estudos Bíblicos no cumprimento de sua missão.

“Sou Irmã Lúcia Stédile. Como é bom ouvir esta equipe tão especial do CEBI Nacional!”

“​Muito bom este momento! Parabéns ao CEBI!” Maria das Graças Aguiar

“Therezinha Marietta Tertuliano Ribeiro, paróquia Imaculada Conceição de Duque de Caxias, estou amando participar desse estudo da Bíblia. Boa noite!”

“Paróquia N. Sra Guadalupe em Feira de Santana. Maravilhoso este momento de reflexão sobre Gálatas”, Pe Jorge Fontes

“Lindo momento de reflexão. Muita luz para essa equipe linda!”, Izanildo Sabino

 

“Saudamos com carinho fraternal Ir. Mercedes, Frei Carlos, Francisco Orofino, Paulinho Ueti, Kinno, enfim, todas, todos e todis! “, Wilson Alencar do CEBI Petrolina/PE

 

“Muito especial este momento de aprofundamento. CEBi sempre presente de forma profética e transformadora a partir da PALAVRA!” Ana Corbani

 

Um momento emocionante ficou por conta de Múria Carrijo, do CEBI Goiás, que fez a mística de encerramento lendo texto inspirado na Carta aos Gálatas  e que publicamos aqui.

 

 

Eu tenho pressa em lhes dizer isso. Tanta pressa que nem vou perder tempo com muitas palavras na introdução dessa carta.

Irmãs e Irmãos,

É fato que algumas pessoas estão deixando vocês confusas com a forma distorcida de pregar o evangelho de Jesus. Maldito seja quem anuncia o evangelho de Jesus de forma distorcida!

Olha… Eu já vivi no corpo um zelo tremendo pela lei e pela tradição. E, já persegui muita gente por causa disso. Antes, eu tinha uma fé que devastava, destruía todas as pessoas e grupos que eram diferentes de mim. Deus, porém, abriu os meus olhos e revelou em mim o seu filho Jesus. A revelação foi para o anúncio da Boa Notícia entre as nações, a Boa Notícia é universal.

Essa Boa Notícia de Jesus não obriga ninguém ao cumprimento de ritos e mais ritos, porque é para a liberdade que Cristo nos libertou. Nem Tito que ficou comigo certo tempo, e era grego, foi obrigado a circuncidar-se, pois “o ser humano não é justificado pelas obras da Lei (circuncisão, guardar o sábado, jejum, esmola e oração), mas pela fé em Jesus Cristo”.

É muito triste, mas existem falsos irmãos, na verdade são intrusos que se infiltram entre as comunidades para espionar o jeito delas viveram a fé como corpos livres. Mas, espionam com uma intencionalidade. Querem submetê-las ao jugo da obediência, com a intenção de reduzi-las à escravidão, torná-las corpos escravizados. De novo eu digo: isso não faz parte da Boa Notícia de Jesus, porque é para a liberdade que Cristo nos libertou. Como obrigar um gentio a viver como um judeu? Isso não é necessário, pois Deus não faz distinção de pessoas. Pelo batismo, vocês se vestem e revestem de Cristo e, não há judeu nem grego, nem escravo nem livre, nem masculino homem nem feminino mulher, porque são um em Cristo Jesus.

Eu falo tudo isso como um exemplo da vida humana. Por isso, se alguém anunciar outro evangelho para vocês, além do que já receberam, seja amaldiçoado, pois demonstram interesse por vocês, mas a intenção deles não é boa. Eu confio em Deus que quem está dividindo vocês, causando confusão, perturbando vocês, sofrerá condenação.

E eu pergunto a vocês: Como aceitam e acreditam na mensagem desses intrusos? Como podem querer tornar-se novamente escravos? Olha… Eu não sei o que fazer em relação a vocês. Por vocês eu sofro de novo as dores de parto. Eu nem queria falar com esse tom de voz duro, mas está difícil… pois, somos filhas e filhos da liberdade. Não se deixem prender de novo ao jugo da escravidão. Não aceitem escravidão; não aceitem legalismos, mensagens, pregações que subjugam os corpos por questões morais, que não levam as pessoas a caminharem na inclusão, na comunhão e em situação de igualdade.

Afinal, em Jesus o que tem valor é a fé que age através do amor. Vocês vivenciaram isso comigo. Quando eu estive com vocês, doente, mesmo que a minha carne tenha sido para vocês uma provação, vocês não me desprezaram, nem rejeitaram. Pelo contrário! Cuidaram de mim.

Então eu lhe digo: Por meio do amor, ponham-se a serviço uns dos outros, umas das outras. Pois, “toda a Lei encontra a sua plenitude num só mandamento: Ame o seu próximo como a si mesmo”. Se vocês se mordem e se devoram uns aos outros, umas às outras, tomem cuidado: irão acabar destruindo-se mutuamente.

Digo mais: Vivam guiadas e guiados pelo Espírito. E, o fruto do espírito é amor, alegria, paz, longanimidade (que é generosidade), benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e autodomínio. Não nos cansemos de fazer o bem. O desprezo (por causa da classe social), a rejeição (por causa da cor da pele, da identidade étnica racial e de questões de gênero), a indiferença (diante da fome do desemprego, da destruição ambiental e das mortes pela Covid-19), o não lembrar das pessoas pobres, não fazem parte da Boa Notícia de Jesus.

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com o espírito de vocês.

Convivam no amor. Amem e sejam livres.

Múria Carrijo – Readaptação da Carta às Comunidades da Galácia – 30/08/2021

 

Assista  a live do Mês da Bíblia 2021 em nosso Canal no Youtube : https://www.youtube.com/watch?v=vFjtquCfFKE&t=3244s