Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

A busca pela justiça é contínua

A busca pela justiça é contínua
20 de agosto de 2018 CEBI Secretaria de Publicações

Meditação diária

Salmo 36; Gênesis 43.1-15; Atos 6.1-7

Temos vivido tempos de muitos conflitos, não só em nosso país. Conflitos que têm afetado as relações entre as pessoas. Como consequência, a injustiça aumenta, principalmente, para aqueles mais indefesos, como por exemplo, as frequentes mortes de membros da comunidade indígena em nosso país.

Hoje, 20 de agosto, rememoramos Jonathan Myrick Daniels, mártir da caridade e defensor dos direitos civis, que doou a sua vida defendendo a vida de uma jovem negra, no estado do Alabama. Apoiador da luta de Martin Luther King, que afirmou: “um dos atos cristãos mais heroicos de que ouvi em todo o ministério foi realizado por Jonathan Daniels”.

Se assassino, Coleman, foi absolvido. Da mesma forma nos mostra o salmista que o injusto não tem medo de Deus (Salmo 36.2). Também os poderosos, que agem somente para si, não temem a Deus, tentando desconstruir a luta dos/as trabalhadores/as por seus direitos, a luta das comunidades indígenas por direito a terras. Diante dessa situação, nossa tarefa como pessoas cristãs é criar ministérios para combater essas injustiças.

Enquanto Igreja não podemos nos calar. Assim como Jesus doou sua vida por nós, como Daniels foi morto lutando contra o racismo, temos de dar a nossa vida para que a justiça prevaleça, para termos uma vida digna. Essa luta é contínua, porque os desafios que os poderosos nos impõem são constantes.

Que Deus esteja conosco nessa busca, não permitindo que os pés dos soberbos nos massacrem. Levantemo-nos na força de Deus para vencer esta luta.

“Conserva teu amor pelos que te conhecem, e a tua justiça para os corações retos.”
(Salmo 36.1-2)

Oremos pelas pessoas injustiçadas em nosso país. Pelos que necessitam reestabelecer seus direitos que foram usurpados, para que possam seguir vivendo com justiça e dignidade.

Texto de Eliana Vasconcelos da Silva Esvael, João Pessoa/PB. Publicado no livro Sementes de Meditações Diárias: Compaixão e Justiça Social, por Igreja Episcopal Anglicana do Brasil e Diocese Meridional.