Reflexão do Evangelho

Vida em Abundância – Eu sou o Bem Viver – Porta aberta pra te acolher (Jo 10,1-10)

A vida é o bem e também o dom maior. A vida em abundância, mais que uma redundância, é uma exigência evangélica e é também a denúncia de que alguém está roubando a vida de alguém. A vida em abundância é a superação da sobrevida, em que falta o necessário. E como se rouba a vida de alguém? Negando-lhe o direito a ter um trabalho; tirando-lhe o direito de ter uma casa para acolher seus filhos e um pedacinho de terra para tirar o seu sustento; usurpando-lhe o seu pão de cada dia como um direito humano inalienável; roubando-lhe a liberdade de sonhar e de viver livremente a sua orientação sexual; impedindo-lhe de dizer a sua palavra de viver e expressar livremente a sua fé; proibindo-lhe de exercer a sua vocação ontológica de Ser Mais. Estas são apenas algumas das formas de roubar a vida de alguém. Aquele que entra na vida do irmão e da irmã e é indiferente aos seus sonhos ou causador de suas dores, é ladrão e assaltante. Além de assassino.

A parábola meditada hoje é composta por duas pequenas parábolas: a primeira, (10,1-5), confronta o pastor que vive o chamado e acolhe e cuida das ovelhas, as conhece e é por elas reconhecido, com a segunda (10,7-10), o “pastor” desleixado, egoísta e interesseiro que explora, maltrata e engana as ovelhas. Jesus de Nazaré se apresenta como o primeiro, o Bom Pastor, aquele que sabe ouvir, cuja atitude é como uma porta aberta para acolher, alimentar, guiar, proteger e curar, Ele dá a vida, e vida em abundância, para todos e todas, sem distinção. Dá, inclusive, a própria vida se preciso for. Ao se apresentar como o Bom Pastor e ao descrever as qualidades que o identificam, Jesus de Nazaré está dizendo exatamente qual deve ser a identidade de seus seguidores e de suas seguidoras. E para não haver dúvida, ele confronta e compara com o seu oposto, o mercenário, o falso pastor, aquele que vem para dividir as ovelhas, roubá-las e matá-las. Para saber como anda o nosso redil e quão próximo ou longe da prática de Jesus de Nazaré, anda a sua prática, uma das formas é sabermos quantas pessoas nós conhecemos pelos seus nomes e quantas nos conhecem pelos nossos nomes e nos reconhecem pelas nossas vozes. Isso nos dirá se somos uma Igreja Cristã ou se formamos uma associação recreativa de entretenimento.

Proposta de oração:

Senhor Deus, Pai-Mãe da vida, fonte de vida em abundância, dá-nos o discernimento, a coragem e a sabedoria necessárias para, seguindo o exemplo de teu Filho, o Bom Pastor, acolher, cuidar e guiar o teu povo para uma Terra Sem Males, onde há vida em abundância, e para o Bem Viver. Amém

Autor: João Ferreira Santiago. Teólogo, Poeta e Militante. Doutorando em Teologia pela PUC-PR. Coordenador Estadual do CEBI-PR.

situs judi bola AgenCuan merupakan slot luar negeri yang sudah memiliki beberapa member aktif yang selalu bermain slot online 24 jam, hanya daftar slot gacor bisa dapatkan semua jenis taruhan online uang asli. idn poker slot pro thailand

Seu carrinho está vazio.

mersin eskort