Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Diocese de Pemba, Moçambique, cria petição pública em apoio ao Bispo local

Diocese de Pemba, Moçambique, cria petição pública em apoio ao Bispo local
19 de agosto de 2020 Comunicação

Amig@s:

A diocese de Pemba, situada na Província de Cabo Delgado, em Moçambique, tem como Bispo e Pastor Dom Luiz Fernando Lisboa. Essa região vive, entre tantas outras dificuldades, em um cenário de guerra desde outubro de 2017. Por conta disso, os pobres têm sido as maiores vítimas. Nosso bispo, Dom Luiz, tem denunciado veemente essa situação de guerra e, por consequência de sua profecia, tem sido caluniado e difamado por pessoas em jornais e nas redes sociais.
Nesse momento, para nós, apoiar o nosso bispo é ficar ao lado dos pobres e de todos os agentes de Pastoral que se dedicam ao atendimento e ao serviço às comunidades, ou seja, é manter-se comprometido com o Evangelho e as orientações do Papa Francisco.

Diante disso, pedimos a todos que ASSINEM ESTA PETIÇÃO AQUI.

DIVULGUE A NOSSA PETIÇÃO ENTRE SEUS AMIG@S E COMUNIDADE!

 

 

TELEFONEMA DO SANTO PADRE PAPA FRANCISCO

AO BISPO DE PEMBA

“Hoje, dia 19 de Agosto de 2020, às 11h29’, para minha surpresa e alegria, recebi um telefonema de Sua Santidade, o Papa Francisco que me confortou muito. Ele disse que está bem próximo do Bispo e de todo o povo de Cabo Delgado e acompanha a situação vivida na nossa Província com muita preocupação e que tem rezado por nós.

Disse ainda que o bispo lhe diga se há mais alguma coisa que ele possa fazer. Agradeci muito a ele por esse gesto e por ter mencionado a crise humanitária que vive a Província de Cabo Delgado durante a bênção Urbi et Orbi que ele pronunciou no dia da Páscoa, 12 de Abril. Eu disse a ele que depois de sua menção a Cabo Delgado, houve muito mais interesse por parte de todos (países, dioceses de várias partes do mundo, congregações religiosas, organizações internacionais, individualidades) tanto de dentro como de fora de Moçambique e que, a partir daí, Cabo Delgado voltou para o mapa porque parecia que já não estava. Ele disse: “Que bom!”

Falei sobre a difícil situação de Mocímboa da Praia que, neste momento, está tomada pelos insurgentes e que duas religiosas da Congregação de São José de Chamberry que lá trabalham estão sem contacto com a Diocese há uma semana, ao que o Papa respondeu: “Que triste!” Prometeu rezar também nessa intenção.
O Santo Padre afirmou que lembrava muito bem da sua Visita a Moçambique em 2019 e que já naquela altura se preocupava por Cabo Delgado. Ele pediu que, aquilo que precisarmos, poderemos encaminhar ao Cardeal Czerny, do Dicastério do Desenvolvimento Humano e Integral.

Garanti nossa proximidade a ele, Papa Francisco, e afirmei que rezamos todos os dias por ele. Por fim, ele disse que está conosco e nos encorajou: Adelante!, que significa Avante!, Continuem! Para encerrar a nossa conversa, enviou a sua bênção apostólica a todo o povo de Cabo Delgado e de Moçambique.”

Luiz Fernando Lisboa, cp
Bispo de Pemba

 

Informações divulgadas pela Pastoral da Comunicação da Diocese de Pemba