Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

CEBI-GO: Projeto Bíblia, Arte e Cidadania – o Evangelho de Marcos

CEBI-GO: Projeto Bíblia
CEBI-GO: Projeto Bíblia, Arte e Cidadania – o Evangelho de Marcos
6 de maio de 2015 Centro de Estudos Bíblicos
O projeto Bíblia, Arte e Cidadania (uma realização do CEBI-Goiânia) foi planejado como modalidade de formação que se estenderá ao longo do ano de 2015. Abrange Metodologia da Leitura Popular da Bíblia, Hermenêuticas Bíblicas, Estudo do Evangelho de Marcos e Relações de Poder e Gênero. Compreende também momentos celebrativos: Noites da Palavra e Semana Bíblica, bem como atividade lúdico-celebrativa: Auto de Natal.

O sétimo encontro aconteceu no último dia 23/04 no Jardim Balneário Meia Ponte – Goiânia. Neste encontro foi estudado o evangelho da comunidade de Marcos. A fim de partilhar um pouco das aprendizagens e vivências ocorridas abaixo se encontra alguns depoimentos dos e das participantes:

“Mudou a minha maneira de ver as coisas de Deus; mudou o meu comportamento com as pessoas; me ajudou no grupo de jovens e na igreja também” (Geovana, 14 anos).

“Aqui é bom até mesmo para a gente ter o conhecimento básico, que no dia a dia passa despercebido. E a vivência é muito boa. A gente trouxe os estudos para a nossa vida. A Palavra foi vivenciada. Cada encontro foi mais do que um estudo, foi a vivência da Palavra; desde a oração inicial, até as músicas. Tudo foi vivenciado” (Maira).

“Esse estudo bíblico mudou alguns tipos de pensamentos meus, nas escolhas e na atitude. Eu perdoei, estou mais calma, não xinguei alguém em um contexto de conflito na comunidade e no grupo de jovens. Eu respirei fundo e pensei o que tinha que falar. Não agredi verbalmente” (Annykelly, 15 anos).

“O estudo bíblico me ajuda a estar compreendendo mais as leituras, a saber definir mais as palavras, a olhar para o texto e compreender mais como ajudar o irmão, como dividir, somar,  buscar, se aproximar das pessoas. A gente tem mais palavras de sabedoria nos conflitos da comunidade” (Fernando).

“Esse estudo bíblico está me ajudando a repassar os conhecimentos. Eu vi que a gente tem que contextualizar o texto para a vida de hoje. Eu não fazia ideia disso! Para mim o fundamental foi isso: viver, vivenciar a Palavra de Deus na nossa vida hoje” (Terezinha).