Bem-vindo ao CEBI! (51) 3568-2560 | [email protected]

CEBI-CE marcou presença no 32º Curso de Verão

CEBI-CE marcou presença no 32º Curso de Verão
18 de janeiro de 2019 Centro de Estudos Bíblicos
“Por uma cidade acolhedora: SOMOS TODOS/TODAS MIGRANTES” foi o tema do 32º Curso de Verão 2019 que aconteceu no período de 09 a 17 de janeiro de 2019, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e no Teatro da Universidade Católica (TUCA).

Com muita animação e descontração, participaram do curso mais de trezentos cursistas, vindos de todo o Brasil. O tema é urgente e necessário para os dias de hoje, provocando em todos um olhar crítico para a questão dos/as migrantes e refugiados/as que vivem nas cidades de todo nosso extenso País. Olhando as mazelas da cidade de São Paulo, foi possível perceber também as mazelas existentes em nossas cidades e comunidades.

Mulheres na Assessoria Bíblica

Com muita leveza e profundidade, os assessores e assessoras mostraram o panorama nacional e internacional da realidade atual, bem como, caminhos e saídas para uma conscientização e prática coerente acerca da migração. Migração não é problema mas, sim, o crescimento e a oportunidade, afirmou Ir. Rosita. Participaram das assessorias: padre Alfredinho (Alfredo J. Gonçalves), Irmã Rosita Milesi, Américo Sampaio, Felix Fernando, Robert, Wagner Lopes Sanches e a Pastora Odja Barros.

Além das equipes de serviço, monitores/as, voluntários/as e convidados/as, que juntamente com os cursistas, compõem o grande mutirão do Curso de Verão.

A iluminação bíblica ficou por conta do livro de Rute, e a brilhante assessoria, por conta de nossa querida pastora Odja Barros.

Olhar o migrante, descobrir quais as suas rotas (de onde vem, para onde vai), encontrar as raízes da migração e dar respostas a essa migração, podem ser jeitos de se ler as migrações, hoje. Da mesma forma, “acolher, proteger, promover e integrar são atitudes louváveis para com os refugiados e refugiadas de nosso lugar”.

Que o Deus da vida nos conceda saber gestar um mundo mais humano, fraterno e com mais sororidade!

Relato enviado por Conceição Almeida (Colaboradora do CEBI-CE), Leidiane Sousa (Secretária do CEBI-CE) e Fátima Alves (Assessora do CEBI-CE).