Bem-vindo ao CEBI! (51) 3568-2560 | [email protected]

CEBI-CE: 35 anos de história

CEBI-CE: 35 anos de história
5 de dezembro de 2018 Centro de Estudos Bíblicos
Com muita alegria e gratidão ao Deus da vida, celebramos no sábado, dia 01 de dezembro de 2018, no Centro de Pastoral Maria Mãe da Igreja, os 35 anos do CEBI-CE. A celebração trouxe presente a identidade e a fonte de onde bebeu o CEBI-CE desde sua fundação.

Com a simbologia do trem, rezamos a história acontecida. Em seus vagões traziam: pessoas queridas – presentes e ausentes, acontecimentos, a presença ecumênica, os grupos existentes, ontem e de hoje. Embaladas/os com a música “Palavra Acontecida”, de Ir. Agostinha cantamos as dores e as alegrias de toda essa caminhada.

E já se foram 35 anos daquele Encontro lá em Crateús, quando o nosso querido Marcelo Barros, inspirado pelo Espírito, faz uma proposta de se criar o CEBI-CE. Após um estudo de aprofundamento com o pessoal da CPT (recém criada na época), cujo tema era “A Terra na Bíblia”, o convite é feito, e o desafio coube a equipe primeira: Zé Vicente, Luizinha Camurça, Ir. Margareth Malfliet e Dolores Borges (in memorian).

Dolores participava na articulação dos encontros fora do Ceará e todos juntos/as articulavam o pessoal dentro do Estado através de cartas e assessorias. Aos poucos outras pessoas foram se juntando e somando forças. E três anos mais tarde (1986) foi criado a primeira equipe de articulação, com representantes dos vários grupos que estavam se organizando no Estado: Irmã Elvira, que morava em Itapiúna-CE, padre Luciano Sampaio, Velma Limaverde Greimer, Ir. Sueli Lima, Ir. Margateth Malfiliet e Zé Vicente.

Muitas outras pessoas tiveram importante participação na construção do CEBI-CE ao longo de seu desenvolvimento. Dentre elas, citamos aqui algumas: os redentoristas – padre Bernardo Holmes e padre Jacó Duggan, Liduína Rodrigues, Angerlaine Alves e o nosso companheiro padre Luís Sartorel, que assumiu a coordenação estadual do CEBI desde os primórdios dos anos 90 e ainda nos acompanha até os dias atuais. A nossa gratidão!

A caminhada se faz caminhando e há muito a se fazer. Que o Senhor nos ajude a continuar fazendo a história, sem nos deixar desanimar, nem desviar do projeto primeiro, sempre alimentando a esperança e acreditando que, juntas e juntos, podemos muito mais!

“Brisa leve que soprou, de Deus mãe uma presença.
Uma força que abraçou em aberta bem querença.
Deus conosco, minha gente, do clamor é nossa flor!”

Partilha de Maria de Fátima Alves, Assessora do CEBI – CE.