Notícias

Adidas lança material da Copa com conotação machista

Adidas lança material da Copa com conotação machista

A Adidas lançou uma linha de camisetas inspiradas na Copa do Mundo que está causando revolta nas redes e até mesmo no alto escalão do governo. Isso por que as ilustrações possuem conotações sexuais e foram entendidas como apologia ao turismo sexual. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, a Embratur vai formalizar uma reclamação com a matriz alemã.

Os produtos estão disponíveis no site alemão da Adidas e uma das camisetas, de cor verde, vem ilustrada com a frase “Eu amo o Brasil”, mas o desenho remete na verdade a uma bunda feminina. Na outra camiseta, o slogan é “Lookin to score”, que pode ser entendido como fazer gols  ou corresponde ao ato de conquistar mulheres.

Ao O Globo, Flavio Dino, presidente da Embratur, declarou que não vai permitir que a Copa seja utilizada para práticas ilegais. De acordo com ele, “no Brasil existem leis duras para reprimir abusos sexuais e as polícias irão atuar nesses casos no território nacional. O povo brasileiro é acolhedor e temos certeza de que aqueles que nos visitarão irão respeitar o Brasil”, disse o representante da Embratur.

As ativistas do grupo Católicas Pelo Direito de Decidir lançaram uma campanha de repúdio: “Com Turismo Sexual, #NãoVaiTerCopa” e classificaram os produtos como “asquerosos”. “O machismo asqueroso que violenta meninas e mulheres no Brasil e no mundo agora é vendido nas estampas de camisetas da Adidas nos EUA com aval da Fifa”, declarou o coletivo em sua página no Facebook.

Até o momento a Adidas não se pronunciou sobre o assunto.

O CEBI repudia toda e qualquer tentativa de mercantilização do corpo da mulher e de todo ser humano. O boicote ao produto desse tipo de empresa é uma atitude profética e evangélica. Cabe mencionar que o Governo Federal está tentando proibir propagandas com esse tipo de apelo.

Confira o site Católicas pelo Direito de Decidir, clique aqui.

situs judi online terpercaya

Seu carrinho está vazio.

×