Bem vindo(a) ao CEBI ! (51) 3568-2560

Quaresma 2020 com o pastor Kinno Cerqueira – 27/03

Quaresma 2020 com o pastor Kinno Cerqueira – 27/03
27 de março de 2020 Comunicação

SEXTA-FEIRA (27/03)

Hoje, trigésimo primeiro dia da Quaresma, você escuta Jesus em Jo 7,1-30. O cenário é o Templo de Jerusalém e o momento é a festa das Cabanas. Como se tratava de uma importante festa de peregrinação, Jerusalém está repleta de judeus provenientes de vários lugares. Sabendo que as autoridades religiosas (fariseus e sacerdotes-chefes) buscavam assassiná-lo, Jesus decide não peregrinar a Jerusalém com o seu povo, optando por caminhar até lá sozinho e às escondidas. Quando a festa estava na metade, Jesus sobe ao Templo e começa a ensinar.

Com suas palavras, Jesus afirma que as autoridades religiosas são assassinas e mais preocupadas com tradições e ritos do que com os problemas do povo. A multidão que o ouve fica dividida: uma parcela do povo o reconhece como o bom enviado de Deus; outra parcela, porém, acusa-o de ser um enganador e endemoninhado. As autoridades religiosas, uma vez desmacaradas, dá ordem a seus guardas para que prendam Jesus. Os guardas, contudo, retornam de mãos vazias. Quando interrogados sobre o porquê de não haverem prendido Jesus, os guardas respondem: “Jamais um homem falou como ele”.

As palavras de Jesus, necessariamente, geram divisão: seu modo de condenar os projetos de morte e de defender a opção radical pela defesa e promoção da vida exige que quem o ouve tome partido. Para Jesus, não existe centro: ou se está do lado da vida para todos e todas, ou se está do lado da morte. Jesus chama ao compromisso radical com a luta em prol da defesa e promoção da vida para todos e todas.

Oremos! Jesus, radicalizo meu compromisso de lutar pela vida e de opor-me a quaisquer projetos de morte. Amém!

Por pastor Kinno Cerqueira