Bem-vindo ao CEBI! (51) 3568-2560 | [email protected]

CEBI-PE: Do Respeito à Cooperação

CEBI-PE: Do Respeito à Cooperação
13 de Abril de 2018 CEBI Comunicação
atividade-ecumenica-do-cebi-pernambuco
Pessoas de boa vontade se reuniram na Universidade Católica de Pernambuco-UNICAP, no dia 11 de abril, para vivenciarem o Colóquio “Vozes Evangélicas: Laicidade e Respeito à Diversidade Religiosa”.

O Centro de Estudos Anglicanos e o Coletivo Vozes Marias, promotores do evento, trouxeram para a mesa:

A mediadora do encontro foi a Prof.ª Dr.ª Valdenice Raimundo, da Igreja Batista e Pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da UNICAP.

Diversidade e ecumenismo

A assembleia estava composta pela membresia das mais diversas denominações cristãs, dos muitos ramos das religiões de matriz afro-brasileira, do Budismo, do Espiritismo, da Wika, estudantes da Teologia e Ciência da Religião e pessoas sem denominação religiosa ou profissão de fé, pertencentes aos Movimentos Sociais e ONGs.

Toda esta gente declarando o respeito, pessoal e das instituições ali representadas, à diversidade religiosa e a pluralidade das muitas formas de viver.

As/os palestrantes apontaram para a existência de uma vertente fundamentalista do cristianismo que alimenta o racismo, a LGBTfobia, a violência e precisa ser distinguida da prática libertária que se dá no seguimento a Jesus de Nazaré. Em suas falas, manifestaram o posicionamento de uma parcela do mundo protestante que luta contra a intolerância religiosa e toda forma de discriminação, se opondo, veementemente, a uma religião autoritária, opressora e violenta.

A assembleia fez eco, alertando que existe um projeto de poder político/econômico sendo implantado “em nome de um deus”. Esta implantação passa, inevitavelmente, pela violação de direitos das pessoas empobrecidas, negras, indígenas, mulheres, jovens e crianças, para citar algumas categorias.

Nós, que fazemos o CEBI Pernambuco, lá estávamos para manifestar a nossa cooperação com as instituições parceiras, nos unindo a essa gente que acredita na laicidade construída a partir do respeito à dignidade humana, aos direitos humanos e à justiça para todas as formas de vida e existência.

Texto e partilha de Sílvia Souza, Recife (PE), 12 de abril de 2018.