Bem-vindo ao CEBI! (51) 3568-2560 | [email protected]

Nota do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos sobre a possível prisão de Lula

Nota do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos sobre a possível prisão de Lula
7 de abril de 2018 Centro de Estudos Bíblicos
prisao-do-lula-nota-cebi
Em face da negação de habeas corpus ao ex-presidente Lula por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) e de sua imediata determinação de prisão, o Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (CEBI) vem mais uma vez denunciar o golpe à democracia e violação dos direitos da pessoa humana assegurados pela Constituição Federal.

O princípio da defesa plena de qualquer ser humano, garantido na Constituição e no Código de Direito Penal, foi mais uma vez violado desde a votação orquestrada pelo STF no dia 04 de abril. Novamente os julgamentos tiveram medidas e pesos diferenciados. As justificativas apresentadas por alguns ministros deixaram explícita a defesa dos interesses das elites, perceptíveis a qualquer pessoa atenta e consciente.

O CEBI também se posiciona contra a “teatralização” organizada pela grande mídia, por instituições antidemocráticas, pelas forças militares, pela elite reacionária e conservadora e pelos tribunais de injustiça.

Lembrando os desmandos dos tribunais de injustiça que se estabeleciam nas portas das cidades e nos templos da época bíblica, reiteramos a atualidade da profecia de Amós:

“Eles odeiam aqueles que se defendem na porta e têm horror de quem fala a verdade. Porque esmagam o fraco, cobrando dele o imposto do trigo (…). Eu sei como são numerosos seus crimes e graves seus pecados: exploram o justo, aceitam subornos e enganam os necessitados junto à porta! É por isso que nesse tempo o prudente se cala, pois o tempo é de desgraça. Procurem o bem e não o mal; então vocês viverão. Quem sabe – como vocês dizem – assim Javé, Deus dos exércitos, estará com vocês. Odeiem o mal e amem o bem, restabeleçam o direito junto à porta. Quem sabe assim Javé, Deus dos exércitos, terá misericórdia do resto de José.” (Amós 5,10-15).

Sigamos unidas/os na superação do ódio e da intolerância! Continuemos a acreditar na força da verdade, na palavra da justiça e na vitória da democracia!

A Direção Nacional do CEBI